natalia

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Rapidinhas da Psicótica


Estava no cinema com o cara novo. Não costumo fazer nada daquelas coisas de pegar na mão, ficar olhandinho, mi-mi-mi. Se o o filme for bom, então, nem pensar. Por isso, o rapaz só teve chance de tomar alguma iniciativa nos créditos finais, pouco antes das luzes se acenderem. Foi quando ele se aproximou, bem lentamente, como se fosse me beijar.
"Preciso dizer...", sussurrei, interrompendo o processo.
"O quê?", ele perguntou baixinho e sorriu, esperando alguma revelação lisonjeira.
"Tem muita pipoca no meu decote. Tipo muita mesmo", concluí, impassível.
"Ok", ele disse, sem saber ao certo se aquela era a melhor resposta.
"Eu vou levantar agora. Vamos tentar não fazer disso um momento estranho", pedi, enquanto ficava em pé e uma enxurrada de pipoca caía debaixo do meu vestido.
Levou alguns segundos até que tudo acabasse no chão. No final ainda sobraram umas três ou quatro pipoquinhas que ficaram presas no sutiã. E eu comi, claro.
"Pode me beijar agora, se quiser."

21 comentários:

  1. Certa vez fui num cinema com uma psicótica. Lá pelas tantas olhei pro lado e vi a seguinte cena: Com uma das mãos ela segurava a outra, que estava na altura dos olhos. Ao invés de olhar pro filme, ela estava olhando para a própria mão, como se estivesse conversando com ela.

    Perguntei, meio constrangido...

    "Ehh.. Você não está conversando com a sua mão, está?"

    Ela disse que estava com dor de cabeça, e por isso estava pressionando alguns pontos específicos na mão que supostamente aliviariam a tal dor.

    Fingi compreender a situação como uma coisa super normal. Continuei assistindo o filme, mas não consegui mais me concentrar. Só conseguia pensar que do meu lado tinha uma psicótica conversando com a própria mão.

    ResponderExcluir
  2. Me diz então, qual é a graça de uma não psicótica? Cada texto que leio teu, aumenta mais ainda minha preferência por psicóticas. Tudo é melhor. A cena ai renderia boas risadas, nada mais. Divertido.

    http://marcostrauss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Ok! Melhor do que esse post foi o comentário do anônimo da piscótica que conversa com a mão!
    huahauhaauhau
    Tou rindo ainda aqui!!
    Mas, voltando ao foco inicial... o rapaz foi respeitoso mesmo, ele podia ter tascado a mão no decote pra comer a ruma de pipoca e tava tudo resolvido
    huahauahuhauaua

    ResponderExcluir
  4. Eu converso com a mão poxa, às vezes ela é muito mais interessante do que a companhia que o destino nos colocou naquela hora.
    Adoro os posts!
    E sim, as psicóticas são as melhores!

    :D

    ResponderExcluir
  5. Aiii, eu tenho q indicar seu blog para uma amiga. Toda "não-psicótica saúdável" tem uma amiga psicótica! E eu tenho uma, é claro. hahahahaha Adorei! Eu tb comeria as pipocas, fato. rs

    ResponderExcluir
  6. Impagável a psicótica que conversa com a mão...rs.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Eu acompanho seu blog desde janeiro desse ano. Comecei a ler por insistência de uma amiga minha 'é muito bom, engraçado, leia, você vai curtir'. E o primeiro post que eu li acabou me prendendo por horas, horas, horas, que eu quase li todos os seus posts em uma sentada. Adentrei madrugada.

    Desde então atualizo a página todo dia, mais de uma vez por dia (iPhone rocks!). Você é demais mesmo! Só vou fazer uma crítica construtiva: cuide para não alterar os posts depois que eles já foram jogados na rede. Atualizadores psicóticos como eu sempre reparam, e podem ficar insanos, querendo reler obsessivamente coisas que já leram, por acharem que você alterou não apenas o título, mas uma piadinha ou outra de seus miolos.

    Beijo grande.

    Ah, a minha irmã escreve pro blonicas.zip.net é a Giovana Madalosso. Dá uma lida lá, que eu acho que você vai gostar. Se curtir, deixa um coment, que eu volto aqui falar com você.

    ResponderExcluir
  8. Que tamanho de decote é esse??? Minha nossa minha mãe... vc queria que o coitado se concentrasse no filme ainda??? O filme era bom mesmo... porque não despregou o olho da tela nem para ver onde estava o saquinho de pipocas e onde elas iam caindo....rs...rs...rs

    Muito bom o texto...rs...rs...

    abçs

    ResponderExcluir
  9. Pra quem estiver se perguntando... "Que tipo de psicótica conversa com a mão no meio de um filme?" A resposta é... do tipo que escreve um blog :)

    http://adoravelpsicose.blogspot.com/2009/08/psicose-reflexiva-4-incomodos.html

    ResponderExcluir
  10. Marco,
    Graça nenhuma, concordo. Mas, por alguma razão, estamos sempre solteiras.

    Mariana,
    Será que eu fui mal-educada de não ter oferecido?

    Tay,
    Eu converso com meus mamilos. Ha, brincando. Sério mesmo, pare com esse negócio de conversar com as mãos. Se elas ficarem nervosas, podem acabar te estrangulando.

    Julia,
    Ha-ha-ha. Tá bom, eu acredito que você é uma não-psicótica saudável.

    Isadora F.,
    Beijos, minha futura diretora de fotografia de um filme que eu ainda não escrevi.

    Isadora,
    Que medo de você! Para de ficar atualizando a página! Aliás, não seria engraçado e assustador se um dia você desse refresh na página e aparecesse "ISADORA, PARE DE ATUALIZAR, ISSO É O QUE TEM PRA HOJE"? Mas vocÊ tem razâo, eu sempre dou uma ajeitadinha no texto depois de publicado, não consigo me controlar, é mais forte do que eu. Me dá seu endereço que eu te mando umas caixas de Lexotan, assim você nem vai mais se importar tanto. Ah, fui lá no blog da Giovana, li várias coisas e gostei, só não consegui comentar de jeito nenhum, as letrinhas não apareciam para eu confirmar.

    Marcos,
    Era um decote normal, mas você devia saber que os peitos têm uma espécie de força gravitacional que puxa tudo o que estiver ao redor, inclusive as pipocas.

    Anônimo, anônimo...
    Que negócio é esse de ficar ressuscitando posts? Você já teve seu momento de glória, um texto inteiro sobre nosso encontro e minha dor de cabeça. Mas, ok. Ainda te devo uma saída sem dor e sem mãos falantes. Vou pedir pra Shellen, minha secretária, entrar em contato.

    ResponderExcluir
  11. De modo algum, se o cara não teve iniciativa você é que não vai ensinar, né?! Tem coisa mais terrível que ensinar homem a ter malícia? hehehehehe

    ResponderExcluir
  12. Mandei um e-mail em adoravelpsicose@gmail.com. Ainda usa esse e-mail? espero que sim. B-jos

    ResponderExcluir
  13. kkk!!peraí, o anônimo foi o cara do cinema??kkk
    ah e esse cara não era tão interessante, afinal, quem deixa de beijar pra tirar pipoca do decote???rs!deixava pra depois!!

    ResponderExcluir
  14. for beginners like me need a lot of reading and searching for information on various blogs. and articles that you share a very nice and inspires me .

    cara menggugurkan kandungan
    obat aborsi
    jual obat aborsi

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira