natalia

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Rapidinhas da Psicótica


"Sinto falta daquela época em que eu saía toda noite com os meus amigos, a gente ficava dançando até umas seis da manhã, eu pegava vários caras gatinhos...", recordava, saudosa, diante do meu analista.
"E nessa época você era feliz?", ele perguntou.
"Não, claro que não. Mas pelo menos eu não era a única!", rebati. "Agora todos eles estão namorando e passam o final de semana com os seus respectivos. Tenho saudade dos tempos em que éramos todos infelizes."

14 comentários:

  1. Odeio quando a internet me dá um pitú. Acabei de escrever o coment, e a net deu pau... lá vou eu escrever de novo...

    Mulher é foda né?!
    Melhor estar com as amigas quando elas estão na pior, assim você sofre menos mesmo... Mas quando elas estão bem, cadê o reconhecimento e gratidão daquele momento terrível que você teve que estar do lado dela, falando por 24h consecutivas o nome daquele canalha que você tanto alertou e odeia, chegando a segurar o cabelo dela para a morta viva vomitar a cachaça que bebeu?!
    Nããããããooooo, elas esquecem que foram TÃO ou MAIS fudidas que a gente, e tascam falatório sobre como está feliz, como o cara é maravilhoso, como tudo é cor de rosa, e a gente se afundando na merda mais ainda...

    ALOOWW! Por favor, meninas, pelo menos finjam um cadinho serem fudidas no relacionamento para a outra num se sentir tão lascada!

    Rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Nem to sentindo tanta saudade... tenho vários amigos fudidos no momento... rsrsrsrsr
    Beijos, maluquinha... um fds proveitoso pra vc.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. E o pior é que é verdade... viver afogando as mágoas é muito bom...rs...rs.

    Tá vendo vc era feliz e não sabia...KKK

    bjs

    ResponderExcluir
  4. E o pior também é todas as suas amigas e amigos fazendo planos pro dia dos namorados perfeito com seus respectivos/respectivas e a vc ter q ficar na sua triste (dramatica) solidão com os filmes de terror/ suspense que vc alugou, ou qualquer um que não mostre um casal e os seus melodraminhas fofos que no final eles vão superar e ver que se amam ainda mais e que aquilo só apimentou a relação (aaawwn) com umas barras de chocolate do lado, potes de nutella e sorvete curtindo o seu dia dos namorados enquanto o resto da população fazem filas em tds os locais possíveis da cidade para curtir esse feriado a dois! Que injusto hahaha! É como se o mundo esfregasse na sua cara q vc ta sozinha com td mundo saindo de casalzinho.. agora mesmo sendo um pouco egoista e diabolica, confesso que as vezes da uma vontade de fazer algo pra acabar com a felicidade desses casais, aah da sim!

    ResponderExcluir
  5. Natália!
    AMOOO seus posts e em muitas histórias (ou seriam todas haha) me identifico! Preciso lhe mandar um e mail, com uma frase espetacular de um rompmento recente... que só não me fez ficar mais triste porque na hora que ouvi pensei: AHH MAS VOU CONTAR ISSO PRA NATÁLIA!!! haha!
    Para onde envio? pode render um post!
    Beijossssss Vanessa

    ResponderExcluir
  6. Vanessa, manda pra adoravelpsicose@gmail.com

    Beijocas a todos!

    ResponderExcluir
  7. Sei exatamente como é isso! Mas, meu bem! Tire as amigas do fundo do baú e caia na gandaia!
    É o que eu vou tentar pra hoje à noite, pelo menos! rs

    ResponderExcluir
  8. (In) felicidade é questão de prefixo - Guimarães Rosa - :-)

    ResponderExcluir
  9. hahahaha isso é péssimoo !

    ResponderExcluir
  10. Ah Natália! Quem disse que eles são felizes namorandinhos ou casados? De perto cada um tem o seu pecale! (Sabe o que e pecale em ídishe?) . Fala verdade que nao tem sempre uma galera topando sair pra dançar ate as 6? Bom... O único lugar que me apetecia nesse aspecto era o Cine Buraco! Nem isso existe mais! Acho que eu sinto saudades de quando eu era menos misantropa.

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira