natalia

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Da série: Estatuto da Psicótica


Art. 1º - Nunca se atreva a dizer que gosta de mim como pessoa.

Você não tem esse direito.

E, cá entre nós, é bem cafona.

11 comentários:

  1. Veja bem -pode ser um engano auditivo. Vai ver o cara disse que gosta de você como O PESSOA, aquele poeta lá ("ó, mar salgado" etc. etc.).

    On second thought, dizem que o P'ssoa não comia ninguém, né? Ou seja, é ruim também -você está certa. Beijos. (@mrguavaman)

    ResponderExcluir
  2. hahahahahaha...

    Isso é o cúmulo do absurdo, cafona, deprimente, esquisito, estranho...

    Mas ainda bem que não diz que gosta de você como um animal, ou como um et... hahahahaha

    ResponderExcluir
  3. ahahaha. ai,muito cafona,muito clichê.

    ResponderExcluir
  4. Gosto de você como pessoa, quer dizer: Gosto de você, mas... não quero você para mim.

    ResponderExcluir
  5. Gostei do seu Blog, mas ainda estou indeciso sobre o que pensar sobre você (cá entre nois, o que eu penso também não vai mudar em nada sua vida né)rs, estou tentando desenvolver um assunto. Faz tempo que passo por aqui. só agora deu vontade de dar oi. então, Oi!

    G. Gregio

    ResponderExcluir
  6. Huahuahuah, agora entendi as metáforas do post que segue. E entendi o porquê de vc ter sido tão dura com o rapaz. Bem feito pra ele!

    ResponderExcluir
  7. É que nem o "gosto de você como amiga".

    ResponderExcluir
  8. gosto de você a nível de ser humano enquanto indivíduo... é bem pior...

    ResponderExcluir
  9. Melhor mandar logo: " Gosto de você como bombom" .

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira