natalia

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cinema sozinha no sábado à tarde - parte 1


Depois de uma longa deliberação comigo mesma, decidi que não tinha problema nenhum em ir ao cinema sozinha no sábado à tarde. Se fosse no domingo, tudo bem, seria deprimente. Mas ir ao cinema sozinha no sábado à tarde ainda é uma prática socialmente aceita. Ninguém iria me julgar. É claro que eu tinha amigos e talvez até mesmo um namorado. Acontece que naquela tarde, especificamente, eu tinha optado por ir ao cinema sozinha. Coisa de impulso mesmo, que só as pessoas legais e despojadas fazem. Não que eu seja uma delas, mas ninguém poderia provar o contrário.
Então vesti uma roupa que considerei ser digna e fui até o cinema mais perto de você - no caso, mais perto de mim, porque eu não preciso de você; não existe problema nenhum em ir ao cinema sozinha no sábado à tarde.
Pelo menos era o que eu repetia para mim mesma na fila da pipoca, quando a balconista perguntou se eu queria mais alguma coisa e eu resolvi que sim, que eu queria um Chokito, o último que restava no balcão. Não sei bem por que eu tomei tal decisão, eu nem gosto de Chokito tanto assim, e todas as vezes que eu comprei um, ele tinha gosto de chocolate velho. Mas, por alguma razão, eu tive uma certa pena daquele único exemplar abandonado, sozinho, avulso.
Foi quando um homem surgiu do nada, entrou na minha frente e pediu para a balconista um Chokito. O meu Chokito.
"Desculpa", eu disse, tentando ser educada, "mas tem uma fila aqui."
"Eu sei", ele respondeu, "eu só tinha ido ali rapidinho, uma senhora estava guardando meu lugar."
"Que senhora? Não tem nenhuma senhora aqui."
"Pois é, ela estava na sua frente, eu vi quando ela saiu e vim correndo."
"Devia ter corrido mais", rebati, desviando o olhar.
"Olha só, eu estava na fila, a moça do balcão viu, não viu?", o homem perguntou. E, de fato, a moça parecia concordar com o que ele dizia, embora não quisesse deixar clara a sua opinião, permanecendo calada.
"Vamos resolver isso rápido, eu só quero o Chokito", ele argumentou.
"Eu também!", respondi, desmerecendo o argumento.
"Não quer não, você nem tinha pedido."
"Eu estava a ponto de pedir."
"A ponto de pedir não é pedir. Para pedir você precisa falar em voz alta e a outra pessoa tem que escutar."
"Tá, obrigada, Dicionário. E a definição de furar fila, você sabe qual é?"
"Eu já disse que estava na fila, eu só tinha ido ali um instante", ele contestou.
"Bom, ir ali não é estar na fila, né?", respondi, deleitando-me. Então ele ficou em silêncio, analisando a situação.
"Você está aqui sozinha?", perguntou.
"Como assim? O que isso tem a ver?"
"Então você está aqui sozinha", constatou, de um jeito arrogante que me deixou desestabilizada.
"Eu tenho amigos. E talvez até mesmo um namorado. Você não pode provar o contrário."
"Tanto faz, eu só quero o meu Chokito."
"Meu Chokito."
"Deixa ela ficar com o Chokito", pediu a balconista. "Ela veio sozinha ao cinema."
"Quê? Não!", respondi, ultrajada. "Eu optei por vir sozinha ao cinema. Eu sou legal e despojada."
"Claro que você é", ela disse, enquanto me passava o Chokito.
"Não! Eu não vou aceitar esse Chokito da piedade!"
"Ótimo, então me dá", o homem interrompeu, tirando o chocolate da minha mão.
"Ei!", reclamei.
"Você disse que não ia aceitar."
"É óbvio que eu ia aceitar, eu só estava dizendo aquilo pra manter minha dignidade."
Então ele me olhou com um sorriso petulante, abriu o Chokito e deu uma mordida, bem na minha frente.
"Babacadizquê!", eu disse, bem rápido.
"Quê?"
"Ha! Babaca!", e saí, com minha dignidade intacta. Ou quase isso.

26 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Já sabe né? Na próxima VOCÊ mete a mordida no chocolate e deixa o cara fumaçando.

    Ham... eu tenho namorado mas tb vou ao cinema completamente sozinha em sábados à tarde... fazer o que se ele não tem bom gosto pra cinema como eu?! Ninguém merece só blockbuster com efeitos desorientadoramente especiais e sem nenhum roteiro!

    Então sim, você é digna descolada em sair sozinha pro cinema, rs (não que eu seja, mas enfim, é comum, eu acho... né?)

    ResponderExcluir
  2. Chokito nunca foi um dos melhores chocolates mesmo. Além do que aqueles flocos crocantes são na verdade bolinhas de isopor. Com certeza ele deve ter sofrido de intoxicação depois.

    ResponderExcluir
  3. oi! Gostei do seu texto.
    Comecei a escrever um blog ha uns 2 meses e tô gostando da brincadeira.
    bjs
    Claudia

    ResponderExcluir
  4. a última vez que fui no cinema sozinha foi para assistir "aonde vivem os monstros". tinha eu e mais 3 pessoas. o rapaz que sentou na mesma fila que a minha tentou me "consolar" dizendo que era bom ir sozinho pq daí ngm ficava querendo conversar. nos 5 minutos finais do filme eu só fazia chorar =~~~~~ na saída ele me acompanhou até o hall do shopping. perdi a deixa para engatar uma paquera! kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Também vou ao cinema sozinha, inclusive aos domingos.
    E não me sinto mal, juro!

    ResponderExcluir
  6. hahahahaha... Está aí uma coisa que eu não arrisco fazer, a única vez que eu fui sozinha, era um filme de suspense, me assustava toda hora. Ainda bem que não tive essa briga pelo último chokito da piedade... hahahaha
    Ótima história, ficou bem engraçada!

    ResponderExcluir
  7. Adorei!!! Compartilhei lá no meu blog: http://artur-lins.blogspot.com/2010/06/ir-ao-cinema-sozinho.html

    ResponderExcluir
  8. babacadizquê...... hahahahha vou adotar!

    ResponderExcluir
  9. Tenho um marido lindo que adora cinema, um filho que me mata de rir, mas adoro ir so cinema sozinha tb!!!! Azar de acha que a solidao e sempre ruim.

    ResponderExcluir
  10. se ele dissesse "ahn?", você se ferrava, né ?

    ResponderExcluir
  11. Puts! Ao vivo poderia ter até narraçao do Galvão. Só não sei se foi 0x0 ou 1x1, rsrs Empate com gosto de vitória de um lado e chocolate do outro. Que venha o segundo tempo.

    ResponderExcluir
  12. Sua vida é incrivel ninha.
    Amo vim aqui e dar muitas risadas com suas histórias!

    ResponderExcluir
  13. não sei se você lê esse blog, mas achei que tinha tudo a ver c/ vc essa frase:

    "A tinta de escrever, por suas forças de alquímica tintura, por sua vida colorante, pode fazer um universo, se apenas encontrar seu sonhador."(Gaston Bachelard)

    Em:
    http://marciabenetti.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Adorei! Sou frequentadora assídua desse teu maravilhoso blog! Serviu de inspiração pra criar o meu! E tuas postagens servem de inspiração pras minhas! Que eu tenha algum dia essa magia louca que tu tem com as palavras, mulher! Beijão! Roberta Sampert

    ResponderExcluir
  15. hahaha

    ok, você me mata de rir

    ResponderExcluir
  16. Natália Usevicius23 de junho de 2010 00:31

    Bah muito bom!!

    E a parte 'de todo chokito que eu comi tem gosto de velho' é muito verdadee ;)

    Parabéns pelo blog! Adoro ler e dar muita risada da vida cotidiana que tu descreves!

    ResponderExcluir
  17. Desencana... totalmente normal ir ao cinema sozinha, qualquer dia... para mim cinema é é um lugar qe vamos para fugir do mundo, e quando o filme começa nada mais existe apenas você e a tela.

    ResponderExcluir
  18. Eu sou adepta do cinema sozinha..nada de errado nisso! Amo cinema, sozinha ou acompanhada!


    http://thaismourashoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Eu repetia isso a mim mês quando comprei 3 ingressos para domingo a tarde... não a nada de errado em vir ao cinema assistir uma sessão tripla sozinho...

    ResponderExcluir
  21. Outro dia fui ao cinema. Mas eu não tava sozinha. Mas tinha uma senhorinha fofa que estava. E foi tão legal, ficar imaginando o porque dela estar sozinha no cinema, numa tarde de sexta (que é quando dá pra eu ir ao cinema com minhas amigas). E no final, decidimos que ela era uma senhorinha muito descolada. Ponto Final.
    VC É DESCOLADA FLOR!
    Quanto ao chokito... Ele deve ter tido uma intoxicação. Bem feito!
    um beijo

    ResponderExcluir
  22. HAHAHAHAHAHHAAHHA! Muito bom. Não tem problema nenhum ir ao cinema sozinho num sábado, isso é fato.

    http://marcostrauss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Estou até agora sem conseguir parar de rir!! Juro que todas as vezes que eu for ao cinema sozinha ( e eu faço isso com frequência apesar de ser casada ¬¬) a primeira coisa que eu vou olhar é se tem chokito no balcão! hausuhas "babacadizquê" já está adotado! hausuashaus

    ResponderExcluir
  24. Não sou muito de ler blogs, não! Sempre acho que é uma perda de tempo! Até que uma pequena estória bem escrita me fez pensar o contrário!! Muito boa a estória do cinema sábado à tarde!

    ResponderExcluir
  25. ah, era chokito... copyright, né... e o misterioso cara de bigode...

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira