natalia

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Psicose nossa de cada dia


Gayxorcismo - parte 2

Nos posts anteriores de Adorável Psicose:

"Você vai adorar o Téo e o Andy", disse minha amiga.
"Como assim Téo e Andy?", perguntei, nervosa. "Se eu soubesse que era uma festinha gay, eu jamais teria vindo de calça jeans e uma blusinha qualquer!"
"Relaxa. Ninguém vai te julgar."
"ELES VÃO ME GAYXORCIZAR!"

***
Minha amiga tocou a campainha, visivelmente arrependida de ter me convidado. Quando o Andy abriu a porta, os vizinhos do sétimo andar, assim como eu, devem ter todos se assustado com os gritos, que ecoaram agudos pelo corredor.
"Entrem, entrem", disse Andy, praticamente nos empurrando para dentro de sua festinha gay.
"Não sabia que você vinha com uma...amiga", comentou, cheio de malícia.
"Ela não é minha amiga", eu e ela dissemos ao mesmo tempo, constrangidas só de pensar naquela hipótese.
"Qual é o nome dela?", ele perguntou, como se eu nem estivesse ali ou como se eu fosse uma criança absorta com um ioiô.
"Oi, desculpa, ela sabe responder perguntas, tá?", rebati, enquanto Andy e a minha amiga me olhavam chocados com a suposta grosseria.
Percebendo que eu havia iniciado com o pé esquerdo (expressão que devia ser bem inconveniente no caso daquele pintor do My Left Foot, tipo, o cara não tinha outra opção), quando o Andy me perguntou diretamente qual era o meu nome, eu disse o que me pareceu mais prudente no momento.
"Barbra Streisand."
"Quê?", sussurrou minha amiga.
"Bárbara Streisand? O nome dela é Bárbara Streisand?', Andy indagou, descrente.
"Não foi de propósito. Minha mãe gostava muito desse nome e meu pai se chama Enio Streisand", expliquei, estranhamente segura do que estava falando.
Minha amiga não dizia nada, apenas me olhava abismada. O que mais eu podia fazer? Eu queria que eles gostassem de mim.
"No waaay!", disse Andy, da maneira mais gay que você puder imaginar. "Me mostra sua identidade agora!"
"Ha, no waaay!", repeti, na mesma entonação dele. "Minha foto está ridícula, eu pareço uma pessoa dos anos 50, mas não de um jeito legal."
"Téo!", gritou Andy no meio da sala, repleta de bibas estilosíssimas, prontas para me gayxorcizar a qualquer momento. "Vem cá ver isso! O nome dela é Bárbara Streisand!"
Pronto. Foi ele dizer isso e a bicharada toda se voltou pra mim.
"Adoreeei", soltou Téo, da maneira mais gay que você puder imaginar. "Você tem que ir com a gente pra Lapa mais tarde."
Lapa, pra quem não sabe, é o lugar mais insuportável para se ir à noite no Rio. É o próprio inferno!
"Na verdade, é pior que o inferno", eu retifiquei. "Quando as pessoas morrem e rola todo aquele julgamento, os bons vão pro céu, os ruins vão pro inferno e os ruins pra caralho ressuscitam e vão pra Lapa", finalizei, enquanto todos na festinha riam. Riam comigo, não de mim.
Gostei da brincadeira e prossegui com o showzinho. Ao ver o número 69 estampado na camiseta apertadinha de um dos rapazes, não me contive.
"Não sei vocês, mas eu não sou exatamente fã do meia nove não. É muita informação, eu fico confusa. E dali a pouco eu começo a ver a cena de fora e penso: gente, o que vocês tão fazendo? Que coisa mais selvagem."
Eles riram. E eu prossegui.
"Não há nada mais civilizado do que o conceito de 'cada um na sua vez'. Por isso inventaram a fila! A fila é a celebração da ideia de que cada um deve fazer as coisas na sua vez. Imagina como seria se você usasse o caixa eletrônico ao mesmo tempo que outra pessoa...'Você deposita e eu saco'. Não dá! E no banheiro? 'Você usa a privada e eu o bidê, ao mesmo tempo'. Não tem como isso funcionar. Então por que fazer isso na cama? Vamos ser civilizados. Cada um na sua vez. Mas só pra garantir, você começa."
Então eles aplaudiram e eu percebi que a única maneira de evitar o gayxorcismo é ser uma comediante de stand-up chamada Barbra Streisand.


DON'T RAIN ON MY (GAY) PARADE, Barbra Streisand

13 comentários:

  1. E se fosse o filme "O Gayxorcista" a Barabara estaria vestindo um hábito e aquele negocinho que joga água benta seria um dildo. Imagine a cena: Ela entra pela porta do quarto balançando aquilo e molhando um casal fazendo meia nove!
    Sai desse corpo que nao te pertence mona!
    Horrível, eu sei.

    ResponderExcluir
  2. Eu acompanho o seu blog há uns 6 meses mais ou menos (via dica de uma amiga tb psicótica, obviamente hhaha).. e me vejo em pelo menos 90% dos seus posts, mas esse foi FENOMENAL! E eu achando que tava "sozinha" no mundo... HAHAHA muito bom. Gargalhei alto aqui! Congrats.

    ResponderExcluir
  3. hahahahahahaha!!!!!

    Se salvou néééé danada!!!

    Mas foi ótimo esse seu texto, ri até aqui!! Eu e minha cabeça super surtada conseguimos ver perfeitamente a cena (coisa de psicótica né, fazer o que...) hahahaha

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Muito bom! Virei fã!
    Volto sempre aqui agora.
    Beijo, psyco!

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkk

    você é muito engraçada! :P

    Percebendo que eu havia iniciado com o pé esquerdo (expressão que devia ser bem inconveniente no caso daquele pintor do My Left Foot, tipo, o cara não tinha outra opção)

    Nunca tinha pensado nisso! hehe

    ResponderExcluir
  6. Acompanho teu blog a um ano.Tu és muuuuito engraçada....choro de rir cada vez que leio teus textos,me lembram alguém...hahahahaha. Bj!

    ResponderExcluir
  7. KKKKKKKKKKKKKK!
    PQP, logo a Barbra Streisand!?
    Ainda bem que você não disse Sher, porque eles com certeza iam tomar a carteira de identidade da sua bolsa, e então, adeus Stand Up Comedy Show... rsrsrrs

    Fico muuuuuito feliz em saber como me livrar de um gay-xorcismo antes de passar por um, OBRIGADA!

    kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Acho maneiras essas suas histórias inventadas. Porque até que um dia eu conheça você pessoalmente, tenho certeza de que é tudo invenção. Mas é uma invenção muuuuito engraçada!!!
    Parabéns pelos textos!
    E amei o toco de alguém que você nem conhecia. Triste...
    ¬.¬''
    hahahahahaha
    beijos! Bom finzinho de semana e feliz abertura da copa!! (oi?)
    diasvermelhos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. querida,
    conheci seu blog semana passada, através do post da Martha Medeiros, e o mais impressionante é que todo dia venho aqui em busca de novas atualizações!
    acho que se tornou uma espécie de vício.
    mas calma, nada parecido com uma fixação, ok?
    hahahaha
    me divirto muito com seus comentários e histórias.

    ResponderExcluir
  10. HAHAHAHAHAHAHAHAHA!
    Muito bom. Só isso já basta.
    Parabéns.

    http://marcostrauss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá Natália! Não conhecia este blog nem o programa no Multishow. Descobri hoje de madrugada. Parabéns! Pode me dizer quem é a atriz que faz o papel de Marina no "Gayxorcismo" parte 2?

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira