natalia

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Cinema sozinha no sábado à tarde - parte 2


Nos posts anteriores de Adorável Psicose:

"Está procurando presente pro dia dos namorados?"
"Sim. Estou."
"Qual o nome dele?"
"Z-Zingo."
"Você não tem namorado, né?"

*
"Você está aqui sozinha?", perguntou [o homem].
"Eu tenho amigos. E talvez até mesmo um namorado. Você não pode provar o contrário."
"Tanto faz, eu só quero o meu Chokito."
"Meu Chokito."
"Deixa ela ficar com o Chokito", pediu a balconista. "Ela veio sozinha ao cinema."

***
Após o incidente no balcão, decidi que o melhor era evitar qualquer tipo de interação humana e entrar de uma vez na sala de cinema. E segui para a fila, com as duas mãos ocupadas, levando pipoca e refrigerante, ambos gigantes.
Não existe problema nenhum em ir ao cinema sozinha no sábado à tarde, mentalizava, quando lembrei que tinha deixado o ingresso na bolsa e tive o instinto natural de entregar a pipoca para alguém segurar, exceto pelo fato de que não havia ninguém comigo, o que me deixou deprimida.
"Natalia!", alguém me chamou. Era o cara com quem eu costumava sair há alguns meses. E de quem eu gostava bastante, e que também dizia gostar muito de mim, mas. As razões do mas são sempre variações em cima do mesmo tema: não posso me envolver no momento, não estou pronto, acabei de sair de um relacionamento, sou um alien do futuro, essas coisas.
Mas para ser bem sincera, minha primeira reação ao reencontrá-lo foi entregar o saco de pipoca e procurar meu ingresso dentro da bolsa. Foi quando uma moça razoavelmente bonita chegou e parou ao lado dele, de modo que eu desejei me jogar dentro daquela bolsa e nunca mais sair.
"Essa é Carla, minha namorada."
As palavras saíram como facas e eu me senti a própria Janet Leigh, atacada no chuveiro, de surpresa. Sem saber o que responder, fiz o que me pareceu mais prudente.
"Oi, Carla. Dá pra segurar esse copo rapidinho?", e entreguei o refrigerante. "Perdi meu ingresso."
A ideia foi estúpida, porque agora sim é que eu estava presa a eles e àquela situação horrivelmente desconfortável, que só poderia ser comparada a um prisioneiro na Idade Média, acorrentado naquelas rodas de tortura. Um braço preso à pipoca, o outro ao refrigerante; e eu ali, pronta para rodar.
"Então você está namorando?", perguntei, forjando um sorriso medonho. "Que bom... pra você", concluí, dando um soquinho no ombro da Carla. "Há quanto tempo?"
"Pouco tempo", ele respondeu, nervoso.
"Cinco meses", disse Carla, sem nenhuma culpa.
"Cinco meses? Você está namorando há cinco meses?", repeti. "É engraçado, porque a gente saía há cinco meses. Mas, enfim, eu espero que dê tudo certo pra vocês, de verdade."
NOT,
pensei.
"Você tá sozinha?", ele perguntou, querendo mudar de assunto.
"Claro que não. Eu tô saindo com várias pessoas."
"Eu quis dizer aqui, no cinema. Você veio sozinha?"
"Que tipo de pessoa vai ao cinema sozinha? Eu vim com o meu namorado", e engoli no seco.
"Então você tá namorando?", ele quis saber.
"Ué, por que a surpresa? Você acha que é o único que consegue?"
"E cadê esse sujeito sortudo?", ele perguntou, enquanto eu rastreava o local, na esperança de encontrar alguém conhecido que se prestasse a tal papel. Mas na falta dessa pessoa, fiz o que me pareceu mais prudente.
"É aquele ali", e apontei para o homem que terminava de comer Chokito. Meu Chokito.
"Qual é o nome dele?"
"Zingo."
"Oi?"
"Jonas", corrigi. "Aqui, amor!", gritei, ao que o suposto Jonas me respondeu levantando o dedo do meio.
Silêncio.
"Fazer o quê?", eu disse. "Ele sabe do que eu gosto."
"Ele parece ótimo", a Carla comentou.
"Ele é. Eu nem vou apresentar porque ele não fala português. O Johannes é austríaco."
"Eu falo um pouco de alemão", rebateu Carla.
"Claro que você fala", respondi, sem muito entusiasmo.
Então eu pedi um instante e fui falar com o Johannes. Fui direta e disse que se ele seguisse exatamente o meu plano, eu lhe compraria dez caixas de Chokito.
"Vinte", ele corrigiu. "E você me deixa pegar nos seus peitos."
"Quê?"
"Uma vez só."
Revirei os olhos e aceitei a proposta.

(continua...)

34 comentários:

  1. Johannes safadão, hein? Huashauhsauhsauhsa!!

    ResponderExcluir
  2. Só uma consideração: pelo menos você tem ido ao cinema!

    ResponderExcluir
  3. hahahahahahha to rindo MTO, natalia vc eh incrivel serio!!!!

    ResponderExcluir
  4. Ri muito da saga de posts! Acho que no próximo você conta como conheceu 'Johannes', como casou com ele e então passaremos à nova fase do blog :psicótica E casada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    *mentiira*

    ResponderExcluir
  5. Caramba! Cada vez melhor! Agora nao quero mais saber do Galvão... Luzes, vai som, vai camera, Ação! Sim, está se transformando em algo cinematografico. Uma mini-serie global seria mais adequado para o orçamento, mas vale! Se fosse, estaria procurando o novo episodio via torrent. Como nao é, nao vejo a hora de saber como termina a saga do Chokito's Man!

    ResponderExcluir
  6. "Aqui, amor!", gritei, ao que o suposto Jonas me respondeu levantando o dedo do meio.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    MORRI!!!

    ResponderExcluir
  7. Ri muito!
    Mas, putz, eu já fui no cinema sozinha no domingo... Duas vezes...
    Amei!

    ResponderExcluir
  8. Acho que minhas próprias experiências solitárias no cinema ganharÃo outro tom depois desses textos... =P

    ResponderExcluir
  9. Óóóóóóótima!
    só vc pra me fazer rir aos montes na semana de entrega de monografia... Minha dose de relaxamento!
    um bj

    ResponderExcluir
  10. ADORÁVEL PSICÓTICA

    SOU LOUCO POR GENTE PSICÓTICA, BIPOLAR (TRI, ENTÃO NEM

    SE FALA), NEURÓTICA, ESQUIZOFRÊNICA, MULHER

    COM TPM, ENFIM EU SOU AQUELE QUE NÃO RESTA A

    MENOR DÚVIDA, O COMUM DO SINGULAR E O ÚLTIMO

    DOS DERRADEIROS.

    É ISSO Aí.

    QUE PRAZER EM CONHECÊ-LA!

    NÃO CONHECIA O SEU BLOG.

    ACHEI REALMENTE, MUITO INTERESSANTE E

    TENHA A CERTEZA DE QUE VOLTAREI SEMPRE AQUI.

    TAMBÉM, APROVEITO PARA CONVIDAR VOCÊ A

    CONHECER O MEU BLOG:

    “HUMOR EM TEXTO”.

    A CRÔNICA DESTA SEMANA É SOBRE UM TEMA POLÊMICO.

    SE PUDER, CONFIRA E SE QUISER COMENTE, POIS LÁ

    O MAIS IMPORTANTE É O SEU COMENTÁRIO.

    E PARA SELAR ESTE MOMENTO VIRTUAL SUBLIME,

    DEIXO-LHE O LINK DO MAIOR POETA BRASILEIRO

    VIVO E DE TODOS OS TEMPOD O SINGELO TOM ZÉ,

    CANTANDO A SUA MAIOR MELHOR A MÚSICA: TÔ.

    O LINK DEIXO AÍ EMBAIXO.

    http://www.youtube.com/watch?v=lPwfqjIxgH4


    Tô bem de baixo pra poder subir

    Tô bem de cima pra poder cair

    Tô dividindo pra poder sobrar

    Desperdiçando pra poder faltar

    Devagarinho pra poder caber

    Bem de leve pra não perdoar

    Tô estudando pra saber ignorar

    Comendo gente fina para vomitar

    (Ou "Eu tô aqui comendo para vomitar")

    Eu tô te explicando pra te confundir

    Eu tô te confundindo pra te esclarecer

    Tô iluminado pra poder cegar

    Tô ficando cego pra poder guiar


    Eu tô te explicando pra te confundir

    Eu tô te confundindo pra te esclarecer

    Tô iluminado pra poder cegar

    Eu tô ficando cego pra poder guiar

    Suavemente pra poder rasgar

    Olho fechado pra te ver melhor

    Com alegria pra poder chorar

    Desesperado pra ter paciência

    Carinhoso pra poder ferir

    Lentamente pra não atrasar

    Atrás da vida pra poder morrer
    Eu tô me despedindo pra poder voltar

    Refrão


    UM ABRAÇÃO CARIOCA!

    ResponderExcluir
  11. Natalia, tem algo de familiar nos seus textos... ou a gente andou saindo com os mesmos caras (porque eles falam exatamente as MESMAS coisas), ou os homens andam fazendo 'curso' no mesmo lugar...

    - Quem é o sortudo?
    (VTNC!)

    ResponderExcluir
  12. É normal sim ir ao cinema sabado a tarde... é alias uma coisa muito gostosa...

    bjs

    ResponderExcluir
  13. NNNNÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOO!!!!
    Cadê o amor próprio?!?!
    huahauhauahuahua
    Pelo menos me diga que no fim das contas vocês ficaram, e no fim da ficada, soltou que ele beijava mal!
    Por favor!!!
    (Ansiosa pra ver o resto! hehehehehe. Ri demais agora!)

    ResponderExcluir
  14. Puta que o pariu! Muito bom. Cada vez melhor acompanhar teus textos e teu Blog.
    Quando o tempo lhe sobrar e lhe fizer interesse:
    http://marcostrauss.blogspot.com/

    Acompanhando, e meus parabéns.

    ResponderExcluir
  15. HAHAHAHA
    Zingo outra vez?
    Muito bom!! Muito muito mesmo...
    Ansiosa pelo desfecho!

    ResponderExcluir
  16. Foi um prazer visitar este seu blog. se possiel divulgue este novo blog dde opinião! Muito Obrigado

    http://quadratura-do-circulo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Hahahahahahaha... O melhor é que sempre podemos aprender algo com essas experiências alheias. No caso, já ter um nome mais convincente do que
    "Zingo" na ponta da língua ;p

    ResponderExcluir
  18. Estou ansiosa pela continuação!

    ResponderExcluir
  19. kkkkkk...adorei!!!
    Que rapazinho mais folgado, não?

    http://thaismourashoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. fui no cinema sozinha hoje.

    mas o que eu queria mesmo era comentar essa poesia. meodeos!

    bjs

    ResponderExcluir
  21. Um dos meus favoritos até agora!

    Lembrei de você, Natalia: http://whi.s3.prod.lg1x8.simplecdn.net/images/2676732/tumblr_l31qb0Q4Py1qbixtco1_500_large.jpg?1277117491

    ResponderExcluir
  22. PUTA QUE PARIU, ME DIZ QUE É BRINCADEIRA
    huhauhuahuahauahauaahuahauahauahauahuahauahauahauahauahauahauahuhauhuahuahauahauaahuahauahauahauahuahauahauahauahauahauahauahuhauhuahuahauahauaahuahauahauahauahuahauahauahauahauahauahaua

    ResponderExcluir
  23. Como acredito q tudo tem um motivo nesta vida, e apesar de o Zindo/Johannes ser muito escroto, acho que ele serviu ao propósito da sua ida ao cinema, salvar uma psicótica em apuros! Hoje o Zingo/Johannes foi herói.

    ResponderExcluir
  24. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..

    seus textos me dão um pseudo-orgasmo de risadasss!!!

    bjoO

    ResponderExcluir
  25. HAHAHAHA
    simplismente demaissss!!!

    ResponderExcluir
  26. Uma tag chamada "sozinha"... caiu uma lágrima aqui... snif.

    ResponderExcluir
  27. Pior que ir sozinha é não ir. Mas tua solução foi rápida e certeira.
    =)

    ResponderExcluir
  28. Publica esse livro e vem lança-lo em Natal!

    AAAAAAAH! Vai ser sucesso! Você é sensacional!

    ResponderExcluir
  29. Natália, descobri a série pelo youtube e viciei. mas nao posso ver em nenhum dos horários na tv. vc nao vai colocar os outros episódios na net!? please...

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira