natalia

sábado, 24 de outubro de 2009

Matemática Psicótica


Se existisse uma escola para meninas superpsicóticas, acho que as aulas seriam mais ou menos assim:
- Meninas - diz a professora de Matemática, em tom sisudo -, se vocês tiveram 8 encontros com 1 rapaz, sendo que 2 vezes vocês dormiram com ele, quantas horas vocês passaram juntos?
As alunas, todas impecavelmente uniformizadas, fariam os cálculos em seus cadernos ou folhas de fichário, em silêncio, concentradíssimas. E as folhas seriam de papel pautado simples, sem nenhum tipo de distração visual fofinha, como corações, estrelinhas ou a cara da Hello Kitty.
Em poucos minutos, duas alunas levantariam a mão ao mesmo tempo, disputando pelo direito de dar a resposta.
- Sim, Psicótica#7? - decide a professora, deixando a Psicótica#6 bastante impaciente.
- Considerando que cada encontro teve duração média de 6 horas e que desse total deve ser subtraído as horas de sono das noites em que os dois dormiram juntos, além da quantidade de tempo que cada um utilizou para ir ao banheiro, a resposta certa é, pelos meus cálculos,... 36 horas, 14 minutos e 28 segundos.
- Você concorda, Psicótica#6? - questiona a professora.
- Creio que a colega se equivocou ao incluir todas as idas ao banheiro em uma mesma categoria. Ela sabe muito bem que existem vários tipos de ida ao banheiro e que elas variam desde uma vontade de fazer xixi até uma emergência com o rímel que não era à prova d'água. E mesmo quando se trata de um xixi rápido, a quantidade de tempo empregado para desempenhar a atividade pode variar em função do look escolhido na ocasião. Se a psicótica estiver de minissaia, por exemplo, é uma coisa. Agora, se ela estiver de meia-calça, o processo é bem mais complicado...
- Uhhhh... - a turma reage, impressionada com a precisão dos cálculos.
- E isso se estivermos considerando apenas a presença física - ela prossegue -, caso contrário, também devemos subtrair a quantidade de minutos que cada um gastou ao celular. Ou pensou em outras pessoas durante a conversa, por exemplo...
A Psicótica#13 levanta o braço e contrai os músculos do rosto, como se estivesse muito ansiosa para falar o que tinha para falar.
- Sim? - a professora lhe concede a palavra.
- Pode ser que haja mais uma variante no cálculo. Por exemplo, eu tenho uma amiga...
- Iihhhh... - a turma reage novamente, dessa vez em tom jocoso.
- Não, sério, gente. Eu tenho uma amiga. Ela está saindo com um cara... enfim, ele acabou de sair de um relacionamento...
- Iiiihhhh...
- Será que esse fator pode diminuir o coeficiente de presença e acabar interferindo no resultado da equação? Se o rapaz não estiver totalmente envolvido com a garota, só estiver 60 ou 70% presente, esse percentual não deveria ser aplicado no total de horas que os dois passaram juntos?
- Então você está dizendo - pensa a professora em voz alta - que se o rapaz tiver problemas em se envolver 100% com a garota, o tempo que eles passaram juntos terá sido menor em função do déficit do coeficiente de presença de espírito?
As psicóticas pensam.
- Exatamente - conclui a Psicótica#13.
- Brilhante - diz a professora, aplaudindo, emocionada. - Vocês são as melhores alunas de Matemática Psicótica que esta escola já teve.
A turma toda aplaude junto.
- E agora o dever de casa - a professora anuncia, escrevendo no quadro negro. - Se somarmos o tempo das ligações com o número de caracteres das mensagens de texto trocadas, poderemos tornar essa equação equivalente a quantas horas na casa dele?
As meninas superpsicóticas anotam, intrigadas.
- Pensem nisso. E tenham um ótimo final de semana!

Texto inspirado em conversa com a psicótica#2, Carol Martins.

15 comentários:

  1. Demais.Demais mesmo...
    E esse dever de casa, hein?!

    =PPP

    Já imagino a resposta dos seguidores, :).

    =**

    ResponderExcluir
  2. haha, amei amei
    muito bom!
    adooro esse blog, nao perco um texto desde que descobri ele!
    adoro meeesmo :P

    ResponderExcluir
  3. Natalia, o seu blog está sendo um sucesso entre meus amigos...aproveitei e criei um post fazendo a divulgação!

    Abraço,

    Rafael

    ResponderExcluir
  4. É incrivel a precisão com os numeros e porcentagem (60,70%) colocada nos textos hauhaia
    muito bom gostei muito !!!!

    Ps : to saindo com uma garota que se encaixa perfeitamente nos textos acho que me apaixonei rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Oi Natalia, seu blog é muito divertido. Gosto muito do Zorra Total e assisto sempre que fico em casa aos sábados á noite. O quadro da Lady Kate e do delegado "Valente" são os mais divertidos e bem elaborados na minha opinião. Vim te visitar a convite do Rafael que é meu seguidor e divulgou seu blog no espaço dele. Escrevo poesias para adultos e crianças, além de ser psicóloga... Bj e até mais.

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Quem me indicou seu blog foi a Martha Medeiros, escritora gaúcha. E eu divulguei no meu orkut um pedaço do seu texto sobre a cor da pele BRANCA FLUORESCENTE, pois sofro também com isso. hehehe
    Agora fico tri feliz quando entro e vejo que tem post novo.
    Você poderia postar mais de uma vez por dia. hehehe
    Brincadeirinha. Adoro tudo que escreve.
    Beijão, Natacha.

    ResponderExcluir
  7. Natália, totalmente fantástico tudo que vc escreve!
    Descobri seu blog através do blog da escritora Martha Medeiros tmb e nunca mais abandonei!
    Parabéns, dei muuuuuuuuuuita risada aqui atualizando minha leitura!

    ResponderExcluir
  8. Que sucesso, mulé!
    From Paris with love,
    XX

    ResponderExcluir
  9. mto sucesso mesmo!
    isso ae! sempre falei q ia longe!
    luv ya =)

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente adoro! A Matemática nunca me pareceu tão simples!! Com uma aula dessas, aprenderia finalmente a gostar de matemática!
    Escreves lindamente!

    Parabéns =)

    ResponderExcluir
  11. Seu blog é o máximo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Vamos às respostas:

    Camila! Há quanto tempo! Beijo pra você!

    Rafael, obrigada pela divulgação. Te deixei um recado no seu blog.

    Anthony, se apaixonou, foi? A psicose é mesmo adorável... Boa sorte com a sua psicótica!

    Isadora, Natacha e Jullys, obrigada! Sejam super bem-vindas! Adoro trocar ideias com outras psicóticas. Esse texto aí de cima surgiu de uma conversa com uma psicoamiga.

    Úrsula, o Valente também é o meu preferido. Beijão! Espero te ver por aqui outras vezes. Sempre bom receber diagnósticos de uma psicóloga de verdade.

    Themis e Marianna, muito obrigada! Fico muito feliz que tenham gostado.

    Ana e Rodrigo, vocês são de casa, né? Beijãozão!

    ResponderExcluir
  13. muuuito bom..adoro os textos e..adoro matemática...poxa foi uma combinação muito criativa..

    ResponderExcluir
  14. To com medo dessa conta der ZERO, conjunto vazio ou coisas elevadas a nenhum exponecial!

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira