natalia

domingo, 9 de agosto de 2009

Da Série: Diálogos Psicóticos - Cap. 2


Queria saber se ele estava saindo com outras, mas não queria dar o mole de perguntar. Muita bandeira, né? Vale muito mais a pena ficar especulando e criando todo tipo de imagem mental envolvendo surubas, bacanais e ninfetas com peitinhos firmes que não precisam de sutiã.
Estávamos na pizzaria, eu e ele.
- Quer pedir caprese, como da outra vez? - eu sugeri.
- Pode ser. Metade caprese e metade outro sabor.
Fiquei com a pulga atrás da orelha.
- Ué, por quê?
- Ah, a gente já provou a caprese, agora pode variar e experimentar outra coisa.
Cruzei os braços e perguntei:
- Qual o problema da caprese?
- Nenhum, a caprese é ótima. Mas pode ter outra melhor.
Respirei fundo, profundamente magoada.
- Então é assim? - indaguei.
- Assim como?
- A caprese não é o suficiente pra você? Você acha que tem coisa melhor por aí? Então, tá! Que outra você quer comer?
- Sei lá. Pode ser a napolitana.
- Ah, a napolitana... Deixa eu te perguntar uma coisa. O que que a napolitana tem que a caprese não tem? Ela é mais gostosa? Mais legal? Mais inteligente?
Ele estava visivelmente confuso.
- Quando a gente veio aqui da outra vez e você disse que gostava muito da caprese era tudo mentira? - desabafei. - Vai lá. Pede a napolitana. Pede o que você quiser. Eu lavo as minhas mãos.
Silêncio.
- A gente ainda tá falando da pizza? - ele perguntou.
- Sim, sim, está. Pizza pra mim é um assunto muito sério.
Ele sorriu.
- Você quer que eu peça uma inteira caprese?
- Não quero impor nada. Pede se quiser.
- Eu quero uma inteira da caprese, então.
- Agora eu não quero mais. Você só tá pedindo porque eu reclamei. Não foi espontâneo.
- Eu não quero comer nenhuma outra, só a caprese. Pode ser?
- E a napolitana? - testei.
- É horrível. Tem alho, dá bafo.
Eu sorri. Assim que eu gosto. Nada como uma conversa clara e objetiva para resolver assuntos pendentes.

19 comentários:

  1. Tenho orgulho de ser seu amigo... e um pouquinho de medo também.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a tática...pizza é assunto sério,hehe
    Tudo de bom pra ti^^

    ResponderExcluir
  3. Teus textos são fantásticos!!
    Me divirto mto por aqui...

    ResponderExcluir
  4. HAHAHAHAHAHAHA LOUCURAAAAAAAAAAAAA!!!
    Adorei! rssrs

    ResponderExcluir
  5. Pizza é realmente muuuito sério! E ai de quem discordar! =P

    ResponderExcluir
  6. O danado é que OS ASSUNTOS sempre estão psicoticamente pendentes, não é?...rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Bom demaissssssssssss!!! (as always).

    Beijinho, fofa!

    MJ

    ResponderExcluir
  8. Ehehe... Eu sou mais chata, pergunto na cara xD

    ResponderExcluir
  9. Adorei a ideia. Enviar mensagens subliminares para captar uma traição. Vou tentar essa tática.

    ResponderExcluir
  10. Hahahaha
    Completamente psicótica!!!!
    Completamente mente feminina!!!!

    ResponderExcluir
  11. Aaai Deus...cada dia me identifico mais ¬¬ rsrsrs

    ResponderExcluir
  12. Kaique Fioravante18 de abril de 2012 17:45

    Adoreeeeei ler esse post antigo e me lembrar da cena na série !

    ResponderExcluir
  13. bote féeeeeeeeeeee que é assim.

    ResponderExcluir
  14. kkkkkkkkkkkk DOREIIII O EPISÓDIO KKKKKKKKK

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira