natalia

sexta-feira, 13 de março de 2015

Hãn (ou Pega meu cordão umbilical e enfia na bunda)


Eu nunca sonhei em ter grandes fortunas. Exceto uma vez ou outra quando me ocorreu que “sim, agora seria um ótimo momento para ter um helicóptero”.  Gosto de comer bem e ter algumas coisas legais, mas não uso roupas de marca, não costumo comprar artigos de luxo, não tenho carro e não frequento lugares extravagantes. Eu comecei a ganhar dinheiro relativamente cedo e tenho guardado a maior parte desde então. Sou uma boa moça de classe média.

Tendo dito isso, confesso que estou planejando um super presente de aniversário para mim mesma. Sempre vislumbrei o dia em que poderia fazer viagens maneiras, ficar em hotéis lindos e comer em lugares incríveis e agora, prestes a completar 30 anos, finalmente consegui manejar a equação tempo X dinheiro.

Então imagine minha alegria quando contei à minha mãe sobre meus planos e em vez de um “vai nessa, aproveita, você merece”, ouvi um sonoro e retumbante: “hãn.” Aquele “hãn” que não diz nada, mas diz tudo ao mesmo tempo. Insinua que você não sabe o que está fazendo e, se sabe, está fazendo errado.

Uma pessoa próxima me contou que os filhos dela não dão um passo sem consultá-la. Que o filho mais velho, de quase 35 anos, não compra um azulejo sem pedir a opinião dela. Perguntei o que ela pensava disso e ela me respondeu que achava ótimo que eles a procurassem, assim tomariam sempre as melhores decisões.

Talvez ela esteja certa. É provável que muitas vezes nossas mães saibam qual é a melhor decisão a se tomar. Mas, talvez, por um excesso de proteção ou porque elas veem seus filhos como uma extensão delas mesmas, às vezes elas esqueçam que eles são pessoas diferentes, com personalidade própria, gostos, vontades e objetivos que podem ser distintos dos delas. E os filhos, ávidos por aprovação, também acabam se esquecendo disso.

Não vou julgar quem faz questão de sempre consultar os pais. Eu mesma já fui uma dessas. Aliás, eu costumava pedir conselhos a todo mundo, o tempo todo. Mas é bom entender onde acaba a prudência e onde começa a pura insegurança. Se eu não for capaz de fazer escolhas sozinha e pagar o preço delas, nunca vou deixar de ser uma pós-adolescente. Porque não basta ter independência financeira, é preciso também conquistar a autonomia psicológica.

Há alguns anos, minha tia me contou uma história melodramática sobre uma parente de uns 40 anos que nunca cortara o “cordão umbilical”. Lembro bem dela contar isso olhando diretamente nos meus olhos, como quem diz “entendeu, né, Natalia”. Na verdade, ela chegou a dizer “entendeu, né, Natalia”. E repetiu “entendeu, né, Natalia” algumas vezes.

Acabou que eu fui a única de todos os primos que saiu de casa sem nenhuma ajuda dos pais. Não devo nada disso à sentença que minha tia me deu anos atrás, mas sempre tive vontade de dizer  “agora pega meu cordão umbilical e enfia na bunda”. E quem sabe encerrar com um sucinto, elegante e materno: “hãn”.

18 comentários:

  1. Adorei! Fico feliz que vc tenha voltado a escrever.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Acho super justo! Afinal quem tem que viver as consequências das decisões é você, não sua mãe ou sua tia. Fiz o mesmo um tempo atrás, depois de trabalhar freneticamente no mundo corporativo resolvi realizar o MEU sonho. Fui contra todos, pedi demissão, peguei meu dinheiro e fui viajar durante 3 anos pelo mundo. Não me arrependo. Foi a melhor experiência da minha vida! Valeu cada picuinha que tive que ouvir.
    Mas também acho que a "aprovação" dos pais é toda uma questão de apresentar estrategicamente a sua decisão abordando os benefícios a partir do mundo deles e, é claro, usar a clássica técnica do "você quer que eu seja feliz..."

    ResponderExcluir
  4. Bacana vc ter voltdo a publicar aqui, e com esse humos que só vc tem! Kkkkkkk
    Beijão pra vc!!!
    Ahhh, manda bjo pra Carol e pro Diogo e pro parente do Comendador um Olá vizinho!
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Adoro voce natalia.
    Autonomia psicologica é o que muitos precisam.

    ResponderExcluir
  6. infelizmente aprendi essa lição da pior forma possível, minha mãe me pediu pra largar o emprego e eu larguei era uma bosta as condições de trabalho mas pelo menos eu ganhava um salário razoável e já tem 5 meses que eu estou desempregado por que não achei nada melhor ou compatível com minha função anterior

    ass:Alan Patrick

    ResponderExcluir
  7. É muito fácil se vitimizar e esculhanbar o resto da humanidade…

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais fácil mesmo é ser anônimo. Beijinho no ombro.

      Excluir
    2. Sim, é mais fácil pq para ter um "nome" tem de se criar uma conta! (Ass.: outro anônimo)

      Excluir
  8. Hahahaha.
    Cara, eu sou sua fã e acho um máximo você ter coragem de se expor mesmo já sendo figura pública.
    Me inspiro muito em você, que começou com esse blog e hoje é roteirista, atriz e mais o escambal.
    Tb tenho um blog, que há dois anos foi descoberto por uma Editora e mês que vem, chega ao mundo em forma de livro.
    Te contando essa papagaiada toda pra dizer que um dia pretendo ser bem-sucedida como você e continuar tendo a coragem de ser eu, ligando o foda-se sempre que necessário, pro resto.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Gente, que texto incrivel! Qualquer semelhança é mera conscidencia? Haha.
    Eu tenho uma Mãe que faz "Hãn" e uma "Tia que ainda vou mandar enfiar o cordão umbilical". Ainda não tenho 30 anos, mas espero que quando eu possa me dar um presente aos 30 anos eu me lembre de você contando o quanto a sua Viagem foi Maravilhosa! Boa Viagem e Feliz Aniversário!

    ResponderExcluir
  10. Obrigado Senhor por não ser a única pessoa a pensar isso. Desde a minha adolescência (não que com 21 eu seja muito adulto) eu penso nessa questão de cortar o cordão umbilical. Minha mãe sempre foi e continua sendo protetora até demais, esse foi um dos motivos para eu me aventurar muito tarde e assumir quem eu realmente sou, mas hoje aprendi a lidar com essa situação e estou cortando meu cordão com faca de pão... de leve... aos poucos... e estou vendo resultado. Espero chegar aos 30 me dando viagens e quebrando minha cara e vivendo minha vida com minha mãe pai irmão tio gato piriquito apenas apoiando minhas decisões e não me dizendo o que fazer.

    Obrigado por voltar para nós Natália <3

    ResponderExcluir
  11. Huahuahua...Natalia Klein, eu fico sempre impressionada com a semelhanças de história de vida e atitudes das personalidades psicóticas...te considero um alter-ego meu! Passei por isso, escutei exatamente isso aos 18 anos de uma tia que o filho estava se casando aos 20 e poucos (ganhando mesada e morando no apartamento, pasmem, do MEU PAI, de graça)...Eu tinha múltiplos empregos e fazia cursinho na época...me falou que eu era infantil e não pensava em casamento porque em palavras menos rudes "era do mundo e podia dar geral"! Resumindo passei na USP e meus 5 anos de faculdade duraram mais que o casamento do filho dela...que deixaram como consequência uma pé na bunda(por imaturidade), dívidas e uma criancinha bem feia que ela cuida! huahuahuahua, Talita

    ResponderExcluir
  12. Fantástico! Adorei a frase: "não basta ter independência financeira, é preciso também conquistar a autonomia psicológica".

    Autonomia psicológica, é que mais anda em falta por aí... E muitos dos que pensam que a tem, ainda precisam melhorá-la muito (talvez eu inclusive)

    Super beijo

    ResponderExcluir
  13. Eu paro de usar o meu blog, mas nunca paro de ler este, adoro seus textos!!

    ResponderExcluir
  14. Wazifa Husband Love Istikhara Online
    Wazifa Husband Love Istikhara Online , ” English:- Sometimes we have been noticed In some familiest husband and wife often quarrel on a small matter with each other.
    Man Pasand Shadi ka Wazifa
    Man Pasand Shadi ka Wazifa , ” Man Pasand Shadi Love Marriage Aaj key es nafsa nafsi k daor main jis taraf dekhen har shukhs musibatun aur Muskhkalun main ghira howa hai muskhilen aur azmaishen kabhi tou batoor imtihan hoti hai aur kabhi batoor-e-saza e amaal.
    Wazifa For Job Interview
    Wazifa For Job Interview , ” It is the very tough time for the person who is going for job interview when he or she goes for job interview different paranoid comes to mind that i will qualify or not what will be the interviewer
    Wazifa For husband and wife love
    Wazifa For husband and wife love , ” The relation of Husband and wife want extra care because it is very strong and also sensitive relation.Keep in mind that give most respect to each other don’t quarrel with each other if husband or wife don’t give attention,time then take extra
    Wazifa to Stop Job Transfer
    Wazifa to Stop Job Transfer , ” You will know better if you are doing job with multinational or governament organization that sometimes your transfer are make when you are unwilling by that transfer which are done by company for their benefit or sometime to punish you however the issue

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira