natalia

terça-feira, 17 de março de 2015

Desculpas sinceras*


"Desculpa se o que eu disse te ofendeu de alguma forma, não foi minha intenção", disse a uma amiga, enquanto esperávamos a comida chegar, num restaurante.
"É, você realmente me ofendeu. Que bom que você reconhece isso."
Desviei o olhar e devo ter emitido alguma espécie de som provocativo, tipo "humm" ou "ééé".
"Você reconhece que me ofendeu, não reconhece?"
"Bom, eu reconheço que você ficou ofendida."
"Impressionante!", ela exclamou, batendo com as duas mãos sobre a mesa. "Você tá pedindo desculpas e continua achando que está certa."
"Sim, ué."
"Então seu pedido não vale nada! Não vou aceitar!"
"Mas quem foi que disse que um pedido de desculpas precisa ser sincero? Pedir desculpas é um ato de diplomacia, não de sinceridade."
"Você é inacreditável, Natalia."
"Desculpa."
Ela ficou em silêncio, de braços cruzados.
"Desculpa se eu tentei ser a pessoa maior", completei.
Então ela se levantou e foi embora, ofendida.
"Mas eu sou a pessoa maior. Eu sou dez centímetros mais alta que você. Ou mais", tentei me explicar. "Desculpa! Desculpa!", gritei, em vão, sem me dar conta de que o restaurante inteiro estava prestando atenção.
"Tá bom, desculpa pra vocês também", pedi. "Mas eu vou logo avisando que não estou sendo sincera."

*Texto publicado originalmente em 03/05/2010, mas minha opinião continua a mesma.

31 comentários:

  1. Oi Natália!!!
    Pois é...concordo com você,o ato de "pedir desculpas"...muitas vezes,é um gesto de diplomacia.Ainda mais quando temos que lidar com os recalques alheios.E não bastando isso a pessoa,ainda continua insistindo em "vencer a guerra".Veja bem....não conheço sua amiga,alias nem você rs (maldita mania de dar pitacos né)Acabei falando por mim...pelas tantas vezes em que me "desculpei"para acabar com um "climão".Até chegar o momento, em que se amizade não for algo assim tão supimpa....mando as favas mesmo.Não sei se cabe aqui dizer,mas já ouviu aquela frase:"Quanto mais se abaixa,mais se mostra a calcinha".É claro que existem momentos,em que reconhecer uma "pisada na bola" faz parte :)

    ResponderExcluir
  2. Sabe criança, quando bate no "amiguinho" e a Mãe manda pedir desculpas? Hahhahaha sou mt assim (e minha Mãe ainda me manda pedir desculpas!).

    ResponderExcluir
  3. Pedir desculpa é só uma maneira de diminuir o constrangimento do momento.

    ResponderExcluir
  4. Passei um tempão sem vir aqui (e nem sei se você continuava postando frequentemente), mas já no primeiro post eu pensei "é, continuo me identificando com ela"!

    ResponderExcluir
  5. Natália, acho seu humor sarcástico inteligente e extremante hilariante. Continue com o primor do seu excelente trabalho.

    P.S.: Me identifiquei muito com a postagem retratando a partida de "WAR". Eu achava que diante a uma derrota eminente, eu era o único a virar o tabuleiro.

    ResponderExcluir
  6. Que bom que está de volta ao blog!!

    ResponderExcluir
  7. Para de ser tão maravilhosa. Obrigado

    ResponderExcluir
  8. Euacho que não vale a pena pedir desculpas. Manda logo a pessoa para determinado leugar. E se você olhar, seja para quem for, e ver um rosto meio que assim, monta um barraco infernal por lá mesmo, até ser expulsa .Não pague a conta. E dê queixa na polícia.A vida é dos brutos. E os brutos nunca amam. Creia

    ResponderExcluir
  9. Desculpa Ntalia, mas vc nos deve desculpas por ter nos enganado com as 7 metas pra 2015. Aguadaando... bjs

    ResponderExcluir
  10. Natalia, pode demorar a vontade, mas NUNCA pare com esse blog!

    Desses Dias Meios

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. "7 metas para 2015" cadê vc meu filho? :'(

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. "Mas quem foi que disse que um pedido de desculpas precisa ser sincero? Pedir desculpas é um ato de diplomacia, não de sinceridade." hahahahaha pfvr! tatuando isso na testa

    ResponderExcluir
  15. HAUHAUHAUHA Imagina a cena. HAUHAUHAU

    Doideira. HAUHAUHA

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Odeio desculpas, quando eu erro, não peço e quando erram comigo não aceito; desculpas não conserta erros, é melhor prometer agir de outra forma na próxima vez. Estranho e contraditório mas é meu erro.

    ResponderExcluir
  17. PARA DE SER CHATA E VOLTA A ESCREVER AQUI.

    ResponderExcluir
  18. Eu pedi desculpas diplomaticas uma vez com a minha cunhada. Mas continuo achando que se fosse bom não começava com...

    ResponderExcluir
  19. Eu pedi desculpas diplomaticas uma vez com a minha cunhada. Mas continuo achando que se fosse bom não começava com...

    ResponderExcluir
  20. https://www.facebook.com/01horaderir/?pnref=story

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira