natalia

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Mensagem de fim de ano


Não ando com muita vontade de escrever aqui. Não por falta de ideias, nem muito menos por falta de inspiração - acreditem, às vezes eu me sinto vivendo numa matrix da minha própria série. Tipo na véspera de Natal, quando competi com uma mulher por táxis em uma rua deserta. Ou quando acidentalmente flertei com um funcionário gatinho do Consulado Americano.
Mesmo com temas frequentes implorando para serem transformados em textos, eu não me sinto mais motivada. Talvez porque a motivação em si para a existência deste blog tenha sido posta em xeque.
Há quatro anos, uma série de urgências me levou a criar este espaço. Eu estava há tempos sem escrever e havia acabado de sair de um trabalho mecânico de produção para trabalhar como redatora de humor. Mais do que nunca, eu precisava de um lugar seguro, onde pudesse cultivar minha individualidade como escritora. Acima disso, eu precisava descobrir que tipo de escritora eu queria ser.
E, ao longo desses quatro anos, eu abri minhas entranhas pra vocês. Confessei meus medos, descrevi as humilhações mais terríveis, compartilhei meus sonhos, minhas decepções, minhas esperanças. E sempre considerei essa minha parte na troca.
Mas, ao que parece, na Era da interatividade, não é suficiente que eu faça uso da minha vocação para dialogar com o público. Não, não. Eu também preciso mostrar que sou legal, sou bacana, sou da galera. Para provar que eu me importo com os leitores, eu preciso atender às demandas de cada um deles, preciso ser compreensiva com suas carências, preciso me mostrar agradecida. Na verdade, pelo que acompanho em alguns comentários, agradecer e interagir com os internautas é mais do que respeito, é minha obrigação. Afinal, sem eles, eu não seria nada.
E aí a coisa toda começa a degringolar. Porque eu sinto muito, mas não devo absolutamente nada a ninguém. Eu ofereço minha alma, minhas vísceras, o que eu tenho de melhor e de pior. E recebo de volta reforço positivo, experiências de outras pessoas, mensagens afetuosas, outras nem tanto. A troca é essa e, de uma forma ou de outra, todos saem ganhando. Exceto os caras de quem eu falo mal, esses não devem gostar muito de se verem retratados. Mas aí também ninguém mandou partir o coração de uma escritora.
De todo modo, gostaria de deixar uma coisa bem clara. Este blog não é uma obrigação. Nunca foi, nem nunca deverá ser. Ele é o meu espaço, meu cantinho seguro de criação, e quem quiser embarcar na viagem será muitíssimo bem-vindo. Mas se eu me sentir coagida aqui dentro, como ando me sentindo ultimamente, não vou hesitar em parar.
Aos que compreendem o que eu disse, um beijo enorme. Aos que permanecerem insatisfeitos, não se exaltem. A porta da rua é a serventia da casa.

256 comentários:

  1. Acompanho seu blog a anos e sempre gostei do seu cantinho aqui. E concordo contigo que ele não deve ser obrigação. Antes de mais nada deve ser algo bom e prazeroso pra você e não algo que te de dor de cabeça e preocupação. Gostaria muito que a maioria que te acompanha te apoiasse a continuar escrevendo aqui. Apesar de acompanhar o blog há tempos, divulgar pros amigos, acompanhar a série e tudo mais, eu nunca tinha comentado no blog e acho que essa é uma boa hora pra fazê-lo.
    Continua. :)

    ResponderExcluir
  2. Natália,

    é sempre um prazer ler o que você escreve; acho que fica claro, desde o início, que não há obrigação nenhuma de todas as partes em coisa alguma. Pelo contrário, não necessariamente esperamos sentir a sua retribuição, apenas desejamos. Eu sempre espero que essa retribuição aos comentários seja através de outro post, mas fico igualmente feliz em ver você na televisão.
    Podemos fazer aqui nossos votos de que venha o melhor?

    ResponderExcluir
  3. Oi Natália,
    nunca me interessei muito por blogs,sempre achei a maioria muito bobos quando um certo dia vi um episódio da sua série no youtube,achei muito legal,sua cabeça pelo menos na série e aqui no blog é muito parecida com a minha,adorei aprender coisas novas com você e ver que não estou tão só assim no mundo(eu sou legal descolado e tenho amigos tá)..a primeira coisa que li foi sua mensagem de fim de ano e também acho que seu blog não deve se tornar uma obrigação,afinal e´isso que o torna tão original,tão seu,você parece tranquila e empolgada ao escrever,queria muito uma vez ou outra parar pra ler seu blog e sentir o que você estava sentindo quando escreveu.
    Um GRANDE abraço e um lindo fim de ano!


    ps:tive que me colocar como anônimo não tenho conta em nada que tinha como opção no link a baixo só no hotmail.
    John Kennedy

    ResponderExcluir
  4. Olá Natalia,
    vc tem toda razão sobre o que disse. Parece que tudo hoje em dia se torna uma obigação, estamos sempre em debito com alguem.
    Mas, o espaço é seu e vc mais que ninguem deve se sentir a vontade nele.
    Bom fim de ano!!
    Abraços,

    Evelini Fonseca

    ResponderExcluir
  5. Olá Natália,
    vivo na Alemanha e a minha irmã me passou o seu blog há três semanas atrás. Para ser sincera, nem sabia direito o que era um blog. Tenho apenas 38 anos :) mas com trabalho, casa, crianças e marido não tenho muito tempo para nada. Mas voltando ao tema, pela primeira vez vi um blog e foi o seu. Eu e a minha Aupair brasileira morremos de rir (uns 40 minutos na cozinha) com seu humor e maneira de descrever as coisas. Muito obrigada! Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  6. Natália,
    Primeiro digo novamente o quanto admiro pela sua sinceridade. Discordo de partes específicas, fico chocado com algumas situações mas isso é outra história para outros post's.

    O espaço é seu inclusive para desabafar contra quem te lê ou mesmo nos ignorar. O máximo de mal que acontecerá é alguns reclamarem, e depois cansarem de reclamar. Evite ser afetada pelas reclamações e aceite que seu trabalho pode ser apreciado, muito mais do que você mesma previa. Provo isso lendo que a maioria escreve para se identificar com a humanidade evidente da vida que você nos conta.

    Nesse ponto talvez você possa aproveitar que está profissionalmente inserida num contexto de produtores culturais e conversar com outros autores conhecidos e saber como lidam com esse negócio de fama, o lado bom e o ruim. O Antonio Fagundes, pex, inclusive fez Sete Minutos. Que é essencialmente um espetáculo sobre Teatro, sobre o Público e a sua relação com o Palco (e vice-versa), onde ele abre seu coração, expõe suas feridas, e mostra toda sua veia cômica e sua paixão pelo palco

    Porque eu sinto lhe dizer que você está apaixonada pelo blog, como também pela sua série... E como todos os seus relacionamentos, esses vão passar por turbulências.

    Bom, eu não tinha desejado feliz natal mas deixo um feliz ano novo. Espero, sinceramente, que cada um aqui receba de Deus em dobro tudo o que me desejar. ;P"

    Bjão.

    ResponderExcluir
  7. Ah, deixa esse monte de gente que reclama pra lá. O cantinho é seu, vc escreve quando e quanto achar que deve... Como vc mesma disse, vc não tem obrigação com ninguém... Lemos vc por livre e espontânea vontade... Quem não gostar da demora ou dos textos, simples... Vazem...hahahahhaa
    A gente te adora e não reclama... Fica, por favor. Seu humor é algo raro! Beijão e Feliz 2012.

    ResponderExcluir
  8. Lamentaria muito se deixasse de escrever.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Natália, esse é preço que a gente paga por se expor, as pessoas criam expectativas, que às vezes são mesmo o reflexo de uma frustração pessoal que nada tem a ver com a gente. Eu acompanho o blog para receber o frescor e a lucidez dos seus textos, em busca de diálogo, às vezes comigo mesmo. Já levei alguns de seus textos para a terapia. Pois é. Essa é uma das magias da comunicação em tempos de internet: partilhar o conhecimento e as dúvidas, sempre. Quem quiser mais posts que faça os seus (imagino que isso seja uma reclamação), a gente vai até onde pode e quem quiser que acompanhe. É isso mesmo: cartas na mesa, regras claras, espaço delimitado. E o melhor é que a mesma porta aberta pra serventia da casa pode acolher mais gente nova, pra seguir o diálogo. Um abraço afetuoso. Silvia Rosa (srosa2809@gmail.com)

    ResponderExcluir
  10. Natália,

    Seria uma pena perder você de vez. Mas graças aos céus, isso não acontecerá, pois você estará sempre presente, seja como a Nikita, como a própria Natália da TV ou a Natália do blog.

    Você não tem obrigação de responder a nenhum post, nem escrever com regularidade. Claro, que quem gosta do seu trabalho fica a espera de algo novo, mas não importa quando isso irá acontecer. O prazer será o mesmo.

    Você é ótima, não desanime. Escreva um blog, dois, não escreva, seja apenas atriz, ou somente escritora de livros, de roteiros, do que quiser. A vida é sua. Jamais deixe que a atitude dos outros comande as suas.

    Desejo um 2012 cheio de realizações e muita felicidade.

    E claro, espero lhe ver mas por aqui, mas... QUE SEJA FEITA A SUA VONTADE.

    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  11. Natália,
    nunca postei um comentário antes, mas sempre acompanhei seu blog, assisti todos os episódios de todas as temporadas, eu sentiria muita saudades se você parasse de escrever, entendo que não se sente mais motivada, mas acho que quando falo isso falo por todos o psicóticos fieis do blog quando digo, você é a melhor escritora e melhor atriz da história da humanidade, e todos sentiriam muita saudade!

    ResponderExcluir
  12. Querida, por mais que não haja blogs, sempre haverá uma forma da gente te acompanhar, e isso já serve de um baita consolo.
    Grande beijo, ótimo 2012 pra você e que a inspiração domine as suas entranhas.

    Besos!

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. É incrivel como uma pessoa q não conhecemos pode nós fazer ficar tão feliz.Você faz isso com as pessoas Natalia;Quando finalmente meu pai fez o pacote q incluia o Multishow da TV a cabo(eba!) eu pude ver a serie Adoravel Psicose.E adorei.Vc tem um jeito tanto doido quando verdadeiro de ver o mundo.Eu e minhas amigas acompanhamos todos os seus episodios.Quando te vi na serie Macho Men quase dei um grito no meio da sala “É Natalia,mae!!!” e recentemente,numa busca não muito demorada no Google achei seu Blog.Desde então,eu virei meio stalker.Todo dia eu vejo se tem um novo post,e quando não tem ,eu vejo os antigos pra rir de novo(vc não tem noção da minha capacidade de rir de uma mesma coisa várias vezes).Nunca fiquei chateada,ou reclamei por vc não ter postado nada.Sei q as vezes,é dificil ter motivação,inspiração ou até mesmo tempo(oh tempo…o grande problema da vida atual…).Quando se escreve um blog,vc não pode ficar presa,não pode deixar ele virar uma obrigação,uma dor de cabeça.Concordo com vc.Não se importe com aqueles q reclamam de tudo ,pois eles são uns idiotas,sem senso de humor,lazarentos e acéfalos do inferno,gente burra e libidinosa mas q nunca pega ninguém e passa as madrugadas no RedTube(acho q exagerei) Quem realmente te adora não reclama... Fica, por favor. O q vc escreve me faz fugir da realidade chata em q vivo.
    PS:É a primeira vez q comento uma postagem no seu blog,e estou com medo de ser mandada para o Momento "Frankly my Dear"
    PPS(Post-Post-scriptum):Desculpa se falei demais,como meu pseudônimo diz “Ariel_Tagarela”…

    ResponderExcluir
  15. Ah o blog é seu e vc deve fazer o que acha melhor. No entanto, devo dizer que vc alcança um publico formado das mais diversas faixas etárias, desde a minha prima de 12 anos, que ainda não viveu muitas dessas situações até a minha mãe de 57 anos, que morre de rir com suas histórias e conta um bocado do que ela já passou...
    Conheci seu blog por causa da série e desde então venho espalhando entra as amigas e os amigos tbm.
    Parabéns pelo seu trabalho- que realmente dá gostinho de quero mais, porém se vc passar a escrever aqui, como vc disse, por obrigação, não será a Natália que tanto gostamos e essa que para os que a pertubam mandaria-os...
    Assinado uma psicótica anônima

    ResponderExcluir
  16. Opsss, se é anônimo, logo não está assinado.
    Psicótica anônima- em seu momento de burrice, mas eu juro eu sei escrever, SEI ESCREVER, rsrrs

    ResponderExcluir
  17. Eu mesmo assim como muito...e tenho certeza disso...senti falta...senti sua falta...mas tenho de admitir que por obrigação,todo o prazer se perde...dia sim dia não passava por aqui e nada de novo por uns tempos,e Qdo tinha...sorriso largo e olhos marejados...então...que seja de vez em qdo ,mas por longos anos...beijo menina...menina dos nossos olhos.

    ResponderExcluir
  18. Nunca comentei aqui no seu blog, apesar de sempre lê-lo. Hj é a estreia: "Disse tuuuudooooooooo!!" :*

    ResponderExcluir
  19. Assim como muitos leitores do blog, nunca comentei, apesar de ser frequentadora assídua e psicótica por novos textos e novas risadas que tanto me identifico!
    Me sinto tão confortável lendo, como um bate-papo na varanda de casa, tranquilo e divertido, espero que possa voltar a se sentir assim muitas vezes em 2012! Beijos!!

    ResponderExcluir
  20. Olaa,

    nunca comentei, mas ha alguns posts que me fazem sair do anonimato e comentar, entre eles é a desmotivação dos blogueiro em blogar, pq se sentem na OBRIGAÇÃO de blogar responder os comentarios e agradar a todos.
    Querida se em algum momento a coisa passar a ser obrigatoria, vai deixar de ser voce, vai deixar de perder a naturalidade, e entao com certeza seus textos vao parar de ser naturais...e bons!

    Então lhe apoio para continuar a escrever, sem cobrança, sem contas a prestas, pq afinal a delicia de ler as aventuras diarias dos blogueiros vem justamente da naturalidade, de ser um vida rela, de vermos nossos mesmos problemas acontecendo com outra pessoa e sendo lindamente escrito!

    Keep going!!

    ResponderExcluir
  21. Oi Natália!

    Eu adoro ler seu blog e acompanho, apesar de nunca ter comentado...
    Eu compreendo tudo e fica aqui meu apoio para o que você decidir! Mas saiba que com certeza seu blog fará falta para muitas pessoas que apreciam seu trabalho, sim nós ficaremos órfãos...rsrs
    E se o blog for continuar, não se sinta obrigada a escrever, escreva quando tiver vontade pois assim é que saem os melhores textos!
    Enfim te desejo ainda mais sucesso para 2012, que seus desejos se concretizem, e que suas decisões sejam as melhores para você e sua vida!
    Sucesso sempre pra você!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  22. Oi Natália,

    Queria deixar por escrito minha admiração pelo seu trabalho e lhe desejar um Ano Novo com muito mais realizações pra vc!

    Quanto ao blog há "várias, tipo várias"(rsrs)coisas na nossa vida,que tem seu começo, meio e fim. Ninguém melhor do que vc pra determinar isso. Eu tb me assusto com esse mundo virtual cheio de expectativas e cobranças(que convenhamos pode sufocar tanto quanto ou mais que um relacionamento "real").

    Gosto de ler seus posts? É claaaaaaro, mas quem decide quando, como, e porque é vc!(esse blog é seu caramba!!!)
    Te desejo muitas felicidades na sua jornada, um grande abraço.

    Patricia Soares (patricia.07soares@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  23. Não ligue para os poucos que reclamam da falta de textos. Saiba que para cada 1 que reclama, deve existir mais de 1000 que estão curtindo muito seus textos, sem cobrança. Portanto, se te falta motivação, aí está ela: divertir milhares de pessoas. E não é só diversão! Suas reflexões são muito inteligentes e conscientes. É bom perceber que há pessoas que pensam da mesma maneira que a gente, e têm coragem de expor suas idéias e sentimentos!
    Abração e Feliz 2012, com muitos textos hein!! (rsrsrsrs, brincadeirinha, a parte dos muitos textos...)

    ResponderExcluir
  24. Oi, Natalia
    Vim para agradecer pelos ótimos momentos de descontração e, por que não, reflexão que passas para nós em teus textos.
    Desejo um excelente 2012, com muitas loucuras psicóticas aqui no blog e na TV.

    ResponderExcluir
  25. Grossa! Magoei... Hmmmf!

    ResponderExcluir
  26. E eu que tinha essa biboca entre os meu favoritos! Que decepção...

    ResponderExcluir
  27. Olá Natália, só queria dizer que você é uma escritora incrível e que seus textos nos deixam viaciados no seu talento. Espero poder ver uma terceira temporada de adorável psicose no multishow! Sempre indico o programa para todos que conheço...eu também escrevo e você é uma inspiração para mim. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Esse não é um canto so seu. Quando colocou esse blog na rede e começou a ter leitores, passou a ser nosso. Claro que não tem nenhuma obrigação de escreve-lo, mas nós, seus leitores sentiriamos sua falta se deixasse de escrever. Não se deixe intimidar por pessoas que criticam suas atitudes e seu blog. Porque pessoas assim existem em todo o lugar. Levante a cabeça e siga em frente. Como você mesma disse ''Aos que permanecerem insatisfeitos, não se exaltem. A porta da rua é a serventia da casa.'' Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações pra você. Bjos.

    Pequeno Principe.

    ResponderExcluir
  30. Eu li seu blog por acidente, fiquei viciada. Depois de ler tudo várias vezes, quase mandei um e-mail pedindo pra escrever mais, mas não fiz isso. Eu finjo que escrevo e não tem nada pior do que alguém pressionando pra escrever. No meu caso ninguém me faz isso, além de mim.
    Então aproveite esse tempo seu, vamos adorar saber que você voltou :)
    Enquanto isso vou baixar as músicas que você postou nesse tempo. Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  31. Eu nunca postei aqui, mas venho acompanhando o blog a algum tempo.
    Eu estou viciado na série, vejo que quase diariamente... estou me sentindo totalmente influenciado por você, o seu humor é tudo que eu procurei e nunca achei! Eu estudo na área de comunicação e olhe, acho você... divina!

    Era só para dizer que você se tornou uma inspiração para mim! Me perguntaram um dia desses de onde eu tirava minhas ideias para os trabalhos da universidade, eu disse: Adorável Psicose, e Lady Gaga claro! kkkk

    E se você deixar de escrever, n sei o que vai ser de mim!
    É, e eu te amo, e acho que é só... =*

    ResponderExcluir
  32. tb mantenho um blog ha 4 anos e sei que as pessoas cobram textos...nado no mesmo marasmo que vc, sem vontade, apenas isso..

    Vá e volte qdo quiser, pq quem a lê com entusiasmo o faz sem cobrança.

    abração..

    A unica coisa que gostaria de saber é se "adoravel psicose" tera uma 3º temporada....aquilo vicia...rs

    ResponderExcluir
  33. Enfim,poderei escrever o que eu sempre desejava dizer:Minha Psicótica preferida!!!

    Desde o dia em que vi a série na Tv,eu me apaixonei!!!O jeito,as roupas,tudo me impressionou,e tive uma vontade imensa de ter mais psicose na minha vida!!E digo que sou uma torta muito feliz com isso!E como blogueira,digo que você tem razão!Teve um momento (De 3 meses.) que eu não postei no meu blog por puro comodismo!!Mas continuo postando,pouco mas continuo.

    E tenho certeza que de todos aqui,a maior parte vem ao seu favor,de uma artista completa!!!E não tem como falar com simples palavras tantas passagens alegres que tive rindo com o que você fala! E sei que sou apenas mais uma fã em meio a tantas! E com o meu pequeno "Obrigada" deixo aqui o que penso.

    Espero que tenha tido um bom natal e espero um próspero ano novo!

    ResponderExcluir
  34. Natália,
    Nunca tinha lido seu blog antes, esse foi o primeiro post seu que eu li. E fiquei impressionada com a sua capacidade artística. Você é uma escritora maravilhosa e tudo que escreveu é verdadeiro. Parábens. :)

    ResponderExcluir
  35. Será uma perda lastimável...Pois você é uma grande inspiração!!!Fique á vontade p/ escrever quando puder,assim é bem melhor!!bjs....

    ResponderExcluir
  36. Natália, sou blogueira e comecei a ler o seu blog por causa da sua série. Confesso que seria realmente uma perda muito grande para as pessoas que se identificam com suas postagens se você deixasse de escrever no seu cantinho. Eu, por exemplo, descobri que não sou a única psicótica no mundo. Ah, mas você precisar saber q escrever no blog não deve jamais ser uma obrigação, deve ser um prazer, um desabafo... Isso aqui não é um jornal, é seu blog e é pessoal. Você deve se sentir livre para, inclusive, ter seus bloqueios criativos.
    Beijão para você e para o Zingo. rs
    Continue sempre assim com seu humor extasiante de doer a barriga de tanto rir.

    ResponderExcluir
  37. Infelizmente, na internet, as pessoas sempre são mais agressivas, mais mandonas ou chatas, nos comentários.
    Boa sorte, com ou sem blog
    =)
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  38. Um dia,em Ipanema, eu lhe chamei, você virou para trás, me olhou e sorriu. Nós falamos rapidamente. Eu lhe disse o quanto admirava o seu talento e e o seu trabalho. Lhe dei um abraço, me despedi e fui embora com a constatação do quanto você é espontânea. Escrever aqui no seu blog só fará sentido enquanto houver esta vontade sair naturalmente de você, como a vontade de escolher sua roupa, o que você vai comer, onde você vai se divertir... Se não for assim, não vai valer. E você, no meio de disto tudo é o que mais importa, pois é de você que tudo sai pela ponta dos dedos, no teclado. Se não sair por um tempo, ou não sair nunca mais, é porque você está em outro lugar, fluindo de outra mameira. O que importa realmente é estar bem. Onde? Você e somente você é que poderá saber. Um grande abraço, menina luminosa!

    ResponderExcluir
  39. Olá Natalia, me identifico muito com seus textos sempre se encaixa em algum momento que estou passando. Acho que seria uma grande perda para seus fãs, mas creio que o que você faz só vai continuar sendo valido se vier do coração. A vida é feita de ciclos, talvez essa seja a hora de você encerrar seu ciclo como blogueira, para abrir as portas para novos ciclos. Acho que excelente você ter esse seu cantinho de desabafo, mesmo que não seja publico. Sempre quis ter um cantinho como esse, mas nunca consegui, não sei se por medo ou falta de jeito com as palavras, quero dizer que admiro muito seu trabalho, e creio que foi feito de bom coração. Continue assim, independente do destino que a vida lhe der. Abraços !!!

    ResponderExcluir
  40. Acabo de conhecer seu blog e peço, encarecidamente, que NÃO PARE. Também sofro, com frequência, perseguições de pseudo-anônimos (pseudo, porque, no fim das contas, a gente sempre sabe quem são), que postam mensagens pejorativas e desmotivadoras. Às vezes, sinto-me incomodada. Mas quer saber? Patience! #euincomodo =P

    Adorei o blog e CONTINUE!

    Abraço,
    Michelle

    ResponderExcluir
  41. Oi Natália,

    Eu nunca acompanhei blog nenhum, sempre achei desinteressates (mesmo quando me pediam pra dar uma olhadinha, eu lia os títulos e fingia saber do que se tratava caso me fosse perguntado) mas voce! Não! Nunca me identifiquei tanto com alguem, como me identifiquei com voce.
    "Babando o Ovo".... voce é linda, inteligente, criativa, enfim, PODEROSÍSSIMA.... não se deixe abalar por gente pequena...
    Quanto a matrix eu tenho outra visão... voce não está na matrix... voce está no centro de um palco de com uma plátéia gigastesca e todos estão lhe aplaudindo de pé! (por mais estranho que seje, aquela gente pequena que citei também está).
    Então é isso, aguardarei anciosamente pelos seus vídeos, pelos seus textos, por seus prêmios (pq coisa boa lógicamente que ansiarei e apoiarei).


    Um Bjão, Cristiane Gonçalves.

    ResponderExcluir
  42. Natalia, independente do que vc faça, se dedicando ao blog ou nao, vc eh a melhor! Absurdamente incrivel no que faz!

    Muito mais sucesso em 2012!

    ResponderExcluir
  43. Eu escrevo e hoje eu me coloquei tanto no seu lugar, que me peguei pensando: "Não quero ser famosa não.."
    A muito tempo que tenho visto essa cobrança sim, e acho que o blog é prazer, diversão, alegria.. Odiaria TER que escrever por obrigação, TER que tá disposta, sério, ficaria tão pirada que faria um blog em anônimo #ficaadica

    ResponderExcluir
  44. Nao me identifico com as historias dos seus textos, mas mesmo assim fico encantada com eles, e com a serie (aguardando ansiosamente a 3a temporada)
    Natália o que eu desejo a vc é felicidade, sorrisos, da mesma forma que vc nos traz! O seu sucesso é garantido e espero poder acompanha-lo mais um pouco por aqui! Mas se a felicidade nao reside mais aqui ta bá hora de vc voar!!! Voe alto, vc merece!!
    Feliz 2012!

    ResponderExcluir
  45. Não é sua obrigação escrever, quando se escreve é por gosto, por diversão,para contar "causos",desabafar,refletir e coisas do tipo.Quando não se tem como contar algo a determinada pessoa,nem se pode, a gente escreve, você escreve e entro nesse blog tds os dias para reler histórias,rir com as ditas cujas e às vezes até me identificar com elas.Quando vi esse texto de hj me senti maravilhada,porque vc veio aqui escrever,e isso é o q importa.Não importa se periodicamente não importa se vez em nunca .Quando vc se escreve, já nos sentimos felizes, pelo menos eu me sinto.

    Beijo, sucesso e mais vontade de não dar satisfação em 2012. :)

    ResponderExcluir
  46. nataaalia.. continua escrevendooo, please!
    eu estudo p concurso e nos meus intervalos passo aqui p espiar... sempre q tem algo morro rindo e ganho mais força e animo p continuar os estudos!!
    é fim de ano, sem estress!!!!!
    acho q isso ta ocorrendo pq os teus textos sao mto bons e o pessoal fica ansioso p q tu escreva mais..
    beijaoo!!

    ResponderExcluir
  47. Natalia meu nome é Lana Fugolari acompanho seu trajebo blogueiro e seu seriado como um vicio.. eu saio repetindo falas suas e da doutora Frida , rio sozinha na rua com cada uma que lembro e digo mais, td que agente prova e acha bom agente quer mais, eu provei adoravel pscicose e eis-me aqui.
    Voce inspira , realiza o que ha de melhor em mim... nao pare!!!!!
    :D

    ResponderExcluir
  48. Olá querida Natália!! não me lembro como encontreei esse seu espaço, mas desde o momento que me deparei com ele adoro e acompanho, mostrei a minha irmã e ela também vive lendo e assistindo suas produçoes. Quando fico algum tempo sem passar por aqui, ela aparece contando algo, me deixando informada. =) Adoro seu trabalho, parabéns!!!! Sucesso.
    Bruna Gobatto - Araranguá/SC

    ResponderExcluir
  49. Eu sou da turma que não comenta. Mas seu blog está lá no meu Google Reader e sempre que você publica algo, eu leio. E gosto.
    ; *

    ResponderExcluir
  50. Que este blog continue sendo o teu "cantinho". Que continues sabendo rir das situações mais esdrúxulas que te acontecem. E que continues com o momento (nem que seja meramente em pensamento) "frankly, my dear, I don't give a damn". Tens muitos leitores que se identificam com as situações por que passas, e que aprendem a lidar com elas tão bem quanto tu; ou se permitem extravasar do jeito que bem entendem, tão bem quanto tu, mais uma vez (rá). O blog é a prévia do que virá futuramente nas séries, sendo muito legal poder identificar os episódios com os posts. Espero que seja apenas uma fase (psicótica). Votos que 2012 seja um ano de novas conquistas e de muita inspiração, mas sem pressão. Escrevas quando/quanto/e como quiseres, mas escrevas (porfavorporfavorporfavor). Sucesso e felicidade!

    ResponderExcluir
  51. Oi Natália...

    Acretido que esse seja um dos textos/momentos mais francos entre você, sua personagem, e a nossa realidade enquanto leitores, telespectadores e admiradores do seu trabalho. Os babacas de plantão sempre irão existir... e continuarão sendo insignificantes em sua mesquinhez. Na verdade, compreendo que este seja seu cantinho para depositar seus pensamentos e compartilhar emoções e situações... mas também acredito que o respeito, a credibilidade e a dimensão alcançada com a sua proposta de "entretenimento" está respaldada pelos depoimentos/diagnósticos aqui demonstrados. Tem uma porção imensa de psicóticos que embarcou contigo nesse trabalho... Tenho que confessar que conhecer a série e o blog durante esse ano me fez uma pessoa mais feliz.

    ResponderExcluir
  52. Psicótica,
    o tesão é seu, nos deleitamos de tabela... No mundo sempre há essa necessidade de cobrar para oficializar os relacionamentos, parece que aqui não esta sendo diferente... Faça o que quiser e continuaremos te apoiando.

    BjoCah =.=

    ResponderExcluir
  53. gosto muito de voce.. tipo.. muuuito! S2

    ResponderExcluir
  54. Querida Natália, não fique assim, entendo, ou pelo menos acho que entendo, esse sentimento horrível que vc ta sentindo, um prazer jamais deve virar obrigação, seus fãs não te "cobram" por mal é que seus textos são tão maravilhosos, que os devoramos rapidamente e o gosto de quero mais que nos resta acaba por nos impulsionar a pedir por mais um pouquinho. Mas é como li em um comentário postado aqui mesmo, não escreva por obrigação, se não, não será você! Parabéns pelo seu trabalho, saiba que os episódios da serie sempre me salvam do tédio e melhoram meu humor, te admiro muito, tipo muuuuiiitooooo ! rs :)

    ResponderExcluir
  55. Oi, Natália, desculpa se de alguma forma te ofendemos, acredito que para a maioria dos teu seguidores não foi nossa intensão. No meu caso em particular só comecei a me interessar por blogs depois que tive contato com o teu sempre tive vontade de escrever mas sei que não tenho a criatividade e o talento que você tem. Seus textos são maravilhosos, engraçado e me atrevo a dizer que em uma ou duas vezes já me vi em situação parecida, e ri do seu texto e de mim mesma.
    Você apareceu num momento em que eu mais precisava e te agradeço pois graças a você e a suas histórias minha vida se tornou mais suportável e minha percepção mais descontraida.
    O fato de você escrever e se expor tão bem se deve em parte por você sentir prazer em escrever. Se esse prazer não existir mais aí concordo é melhor para de escrever, a obrigação sempre tirar o prazer, o tesão de qualquer coisa, então não se sinta presa no seu cantinho, este é seu espaço. Não se cobre nem permita que tem cobrem por que senão aí você vai realmente enlouquecer de uma forma não tão legal. Se não curte mais escrever o blog parta para uma coisa nova não se prenda, mas não perca sua essência pois é ela que te define que a torna unica e especial para todo nós.
    Sei que estou atrasada para desejar feliz Natal mas não para desejar Feliz Ano Novo! Que Deus te ilumine e te conforte. E quando você quiser voltar a escrever sem sentir o peso da pressão e da obrigação volte vamos estar te esperando.
    Peço desculpa de novo, te acho show de bola e digo que a saudade não vai ser maior por que ainda temos a Nikita e as reprises da sua série.
    Não deixe que pessoas pequenas obstruam sua luz, você vale mais tenha certeza disso, não sei se você vai ler esse comentário mais saiba que estou torcendo muito por você, ok.
    Beijos minha adorável psicótica e...
    F E L I Z A N O N O V O!

    Viviane (viviscristina@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  56. Bom dia.
    Desculpa o incomodo, mas venho hoje pedir que olhe com carinho meu blog de resenhas literárias, o O Leitor.
    Se puder fazer parte, agradecemos.

    Obrigada e uma ótima quarta-feira. Beijos,

    Pamela.

    ResponderExcluir
  57. Sabe o que eu acho que vc deveria falar pra essas pessoas sem noção que ficam enchendo o saco aqui?
    Eu sou uma estrela de luz, eu mereço ser feliz, eu não preciso de vc. Vai,Claudio Henrique. Morra, Claudio Henrique...

    Feliz Ano novo querida!

    ResponderExcluir
  58. Ah Natália, adoro seus textos, admito que quando assisto somente os videos sinto falta da sua exposição em sílabas!
    Mas o fato de entender o que o blog significa pra você, esse descomprometimento (se é que posso por assim dizer) só faz a gente entender o quanto você alcançou sua individualidade e verdade interna, só posso dizer que me sinto mais fã ainda, por admirar uma pessoa de fato admirável, sucesso!

    ResponderExcluir
  59. Bom dia, Natalia.

    Acompanho seu blog há tempos, como a maioria dos leitores, e é involuntário passar por aqui e ver se tem algum texto novo.Poderia dizer que você escreve muito bem, que tem tiradas fantásticas e blá blá blá wiskas sachê...Mas, meu bem, isso você já sabe, né?
    Então, não permita que o prazer de escrever seja substituído pela obrigação.Pelo menos não no blog...
    Escreva quando quiser, a casa é sua.Ainda temos o zingo no Youtube e sua série na telinha.
    Tenha certeza de uma coisa: se por algum motivo de ordem divina você parar de escrever na rede, fará muita falta, garota.

    Beijos e um 2012 cheio de sorrisos largos.

    Ingrid Helena

    ResponderExcluir
  60. Natália, vc é o orgulho de todos nerds dentuços do mundo. Você transforma tudo de ruim que a gente passou em inteligência e riso. Aliás: às vezes mais riso, às vezes mais inteligência, às vezes só um dos dois e às vezes muito dos dois. Entendeu?

    Queria que tudo que eu passei pudesse se transformar em coisas positivas, pra mim e pros outros. Pra mim não rola. Virou só neurose mesmo.

    Com blog, sem blog, eu quero mais que você siga da forma que te torne mais feliz. As nossas conquistas que devem servir a gente, não o contrário.

    Vai com Deus!

    Vinícius

    ResponderExcluir
  61. Uma escritora psicotica, atrai fãs psicoticos. Não?
    Na real, eu acredito que você não deveria mesmo se sentir pressionada pelos seus leitores. Eu imagino que deva ser difícil ficar indiferente a tantas pessoas que estão ali aumentando o número de comentarios de cada um dos seus posts, com opiniões, insastifações ou críticas, mas vc não precisa de tudo isso. Absorva só o que bom e ignore o resto. Elas estão ali pelos SEUS textos, pelo SEU blog... e ponto. Esse é o SEU blog, não deles. E vcs faz dele o que VC quiser, até não escrever mais, se vc quiser. Vc escreve pra vc e nós leitores só fazemos parte disso porque nós identificamos com tais textos, mas vc não pode se deixar sucumbir a ditadura de leitores psicóticos (Todos com placas de 'Abaixo a opressão literária!' agora gente! haha). Então relaxa, solte aquele "Frankly my dear..." e faça o que você se sente bem fazendo. :)

    Vc é uma escritora maravilhosa.
    Desjo um excelente 2012 pra vc e muito sucesso! (E um namorado de verdade tb...)

    BárbaraEllen.

    ResponderExcluir
  62. Eu poderia começar dizendo palavras clichês como "sou seu fã", "te acompanho a muito tempo", bla´, blá, blá, mas acho que isso é desnecessário, porém é verdadeiro. Menos o lance de acompanhar a muito tempo. Na verdade só fiquei sabendo sobre o blog bem depois da série estrear na tv. Mas assim que soube li todas as postagens em um dia, tipo TODAS! (risos). É impossível não se identificar. E eu ficava pensando: Meu Deus eu tenho que comentar. Mas como vou fazer isso, é a Natalia Klein que vai ler do outro lado! Não, vou comentar não.
    Então eu guardava o meus comentários para mim, mas tenha certeza que todos são ótimos!
    Acredito que o mal do ser humano é esperar. Esperar que tudo der certo. Esperar que nada der errado. Esperar na fila do banco e esperar ser logo atendido, enfim, criar expectativas é o nosso mal (ou o nosso bem, vai lá se saber).
    Crio sempre muitas expectativas ao ler suas postagens e, graças a você, elas sempre foram saciadas. E são sempre momentos de muito riso
    (Nem sei se era para rir. Afinal, quem é que rir da desgraça alheia? Era para rir?)
    Mas o blog é seu, sempre seu, e fazemos do que é nosso o que bem entendemos.
    Abraços e Cheiro!

    ResponderExcluir
  63. Sei bem como tu se sente... mas é isso aí, continue cuidando do teu cantinho, e quem não gostar, que se retire. Feliz 2012!
    http://garotadistraida.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  64. Não tem problema, tenho tanta preguiça de ler que só lí o 1º e o último parágrafo, prefiro a sua atuação como atriz.
    Adoro vc
    beijocas

    ResponderExcluir
  65. "Aos que permanecerem insatisfeitos, não se exaltem. A porta da rua é a serventia da casa."

    Gostei muito e concordo plenamente! Tem gente que merece ler esse tipo de coisa. Gosto muito de seus textos e seria uma lástima o blog ter um fim (embora tudo na vida tenha um fim). Me identifico com você e com seus textos... sinto como se eu não fosse a única psicótica do mundo (e isso é mais um elogio do que qualquer outra coisa).
    Enfim, que a gente possa se "encontrar" muito ainda nesse cyberspace!
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  66. Querida Natália
    honestamente seu blog é um dos meus favoritos, li desde o primeiro post embora acredite meus que comentários seriam babosos e desnecessários portanto essa é a primeira vez que literalmente dou as caras. E devo lhe dizer: acima de tudo, o blog é SEU.
    Você recebe uma demanda enorme de comentários, e não tem a obrigação de respondê-los. Você tem sua vida, seu trabalho, mas não a obrigação de estar inspirada para manter algum tipo de fluxo de leitores. Antigamente a gente lia o livro sem ver a cara do sujeito, não reclamava a demora de novos lançamentos nem pedia atenção. Os leitores de hoje querem mais quantidade do que qualidade.
    Faça o seu blog como quiser, e quem não gostar que vá fazer melhor - eu acho difícil!


    abraços

    ResponderExcluir
  67. Natália,

    Acompanho o blog a um ano, e sempre e desde a primeira vez que entrei aqui eu me identifiquei com a sua forma de colocar no papel os sentimentos e as emoções. Concordo com você quando diz que o blog não deva se tornar uma obrigação, até por que quando uma coisa se torna obrigação, na maioria das vezes, perde a verdadeira essência e acaba caindo na monotonia. E sinceramente não gostaria que isso acontecesse com o " Adorável Psicose". Enfim, o blog é seu, você é quem comanda a coisa aqui e caso alguém esteja incomodado que me desculpe mas que se retire.

    Admiro por demais o seu trabalho tanto como atriz quanto como escritora/redatora/blogueira.
    Desejo a vc muitas alegrias no ano de 2012 !

    Abraços !

    ResponderExcluir
  68. Oi!

    Eu só queria dizer que sou fã dos teus textos e do seriado. É incrivel como eu e outras amigas nos indentificamos com as "tuas" psicoses. Adoro relxar dando boas risadas assistindo o seriado.

    Por favor, nunca deixe de fazer upload do seriado no youtube (é o único jeito que eu tenho de assistir).
    E que 2012 te traga mais criatividade, sucesso e novas oportunidades de trabalho. A Natália merece ;-)

    Aliás eu te "descobri" assistindo macho man na Rede Globo, eu gostava mais da Nikita do que todo o resto do programa, aí por acaso achei uma entrevista tua em uma revista e descobri que a Nikita era muito mais! Desde então, não perco o Adorável Psicose e os teus posts.

    abração e tudo de bom,
    Camila Ayres
    (uma gaúcha quase entrando em parafuso se mudando para Berlin)
    blog.camilasan.com

    ResponderExcluir
  69. Natália... é, de fato, muito difícil ter que administrar as expectativas alheias e ao mesmo tempo se manter inspirada e motivada a escrever.
    compreendo o desabafo e acho, sim, que cada um tem o seu momento e que as coisas devem ser feitas com espontaneidade.
    parabenizo pelo talento e desejo sinceramente que você possa manifestá-lo, sempre, da forma como lhe convém!

    sucesso, sempre! ;)

    ResponderExcluir
  70. momento frankly my dear, para os psychosss chatos...beijo pra vc!

    ResponderExcluir
  71. Nããããããããããããããããããããããããããããããããããããããooooooooooo!

    ResponderExcluir
  72. Hahahaha! Tantos diagnósticos que eu nem vou ler todos os comentários. Nathália eu sempre estarei aqui e seu blog nos favoritos, escreva e lerei, não escreva esperarei. :)

    ResponderExcluir
  73. AHHH Natalia os seu Blog é o meu favorito!! Tornou o meu ano mais divertido,e seu programa de Tv,também é fantástico.E em seu blog é você que manda,sempre estarei a disposição para ler o seus textos, independente de quando postar.
    Feliz Ano novo !

    ResponderExcluir
  74. Queria Natalia,
    eu tenho dois blogs e te entendo completamente.
    Mas não posso negar que a minha psicose vai fugir do controle se você parar de alimentar este blog aqui. Depois você cruza com um maníaco na rua e nem imagina que ele apenas somou a abstinência de Adorável Psicose às suas já diagnosticadas psicoses antigas.

    Beijo!

    Feliz 2012 =)

    ResponderExcluir
  75. Eu tenho um blog que quase ninguém segue e mesmo assim já percebi que as variações de humor do público me afetavam, parei de dar tanta importância para o público e me importar apenas com o que eu gostaria de escrever e expressar. Não desejo que você pare de escrever porque você tem muita qualidade e é muito bom ler o que escreve, mas se é sua vontade, também não se sinta obrigada a continuar hehehe.

    ResponderExcluir
  76. Adorei o seu post, muito sincero e lúcido. Este realmente é o seu espaço, e ele deve ser mantido por e para você, em primeiro lugar. Que os leitores entendam isso! Parabéns.

    ResponderExcluir
  77. Assim como a Viviane das 10h09 eu também quero pedir desculpas pelo incômodo. Não que eu pedisse ou exigisse sempre que você escrevesse, aliás, acho que postei sobre isso apenas uma vez. Entretanto, eu compreendo as pessoas que enchem tanto o saco pelos seus textos. Eles são bons, caramba! E a gente anda carente de material assim na internet. Mas nos perdoe, de coração. É carência, Natalia. É carência.

    ResponderExcluir
  78. Conheci seu trabalho na TV e logo entrei no blog para conhecer e me identifiquei de cara. Primeiro achei muito legal que a filha de uma amiga tem o mesmo nome que o seu e corri pra contar para ela.
    Concordo absolutamente com você e acho que não deve de forma alguma fazer algo sentindo-se coagida. Se quer escrever, escreva, se quer parar, pare... pois o importante é ser feliz não é? Muito boa sorte, grande beijo.

    ResponderExcluir
  79. Sabe, Natália, escrever um blog é um ato muito corajoso, que eu mesma não consigo fazer. Dividir suas experiências com vários desconhecidos e colocar num texto de maneira que as pessoas possam ler, se identificar e rir de si mesmos é se expor bastante, por isso acho incrível.Pena que algumas pessoas não entendam isso, né? Admiro muito o seu trabalho, leio o blog desde antes da série no Multishow, seus textos são demais, e se for pra escrever, que seja por vontade própria, mas devo dizer que não gostaria que parasse... Enfim, desejo que seu 2012 seja de muito trabalho e realizações e sucesso. :)

    ResponderExcluir
  80. Eu li seus comentarios uma vez e pensei sobre isso, todo mundo reclamando como se vc estivesse se fazendo de dificl ou quisesse ibope, mas ai eu pensei, caraca a menina atua no macho man, escreve pro zorra, tem uma serie e um blog, seu tempo deve ser bem curto! E pelo fato d vc escrever profissionalmente as pessoas veem esse blog como se fosse um jornal ou uma coluna que deveria ter uma regularidade, porém é apenas seu blog e nao mas um neio de vc fazer sua vida, é apenas um hobbie seilaj, vlw nathalia, te lerei muitas outras vezes, e seu trabalho é admirável, temos poucos talentos como vc!

    ResponderExcluir
  81. Emília Cunha - @emiliacunha29 de dezembro de 2011 00:38

    Bom, vamos lá. Eu, normalmente, comento algo no twitter mandando diretamente para você. Pra entender o que vc quis dizer nesse post, dei uma vasculhada em comentários de posts anteriores e - acho - que entendi o motivo de tal postagem.

    Bem... eu sempre te "cutuco" no twitter pra postar, postar e postar, pq fico com vontade de ler sempre mais! :-)
    Agora, quem não entende a real disso aqui simplesmente não merece consideração ou cuidado algum.

    Sou a primeira a pedir pra que vc siga com o blog, escreva quando tiver vontade e continue colocando o que eu penso pra fora (sim, vc tem essa capacidade!). Além do mais, é lindo ver alguém escrever com um português tão lindo e corretinho assim *.* ahhuahauhauha

    enfim, não pare! isso daqui tem um alcance imensamnte maior do que vc imagina ;-)

    adoro!

    ResponderExcluir
  82. Apoio vc indiscutivelmente, assim como vc escreve em seu blog e nao tem o dever de responder tudo e "obrigatoriamente" bajular os internautas, todos temos o direito de ler, rir, se sentir parte e convidar mais pessoas a conhecerem seu "cantinho" de reflexao, e nao necessariamente devemos postar algo em cada um dos textos lidos. Adoro seu blog e apoio qq q seja sua decisao, mas devo confessar que eu e muitas outras pessoas sentiriamos demais sua falta!!! PS: Nao precisa responder nao, ok?Abs de sua grande fã, Lara

    ResponderExcluir
  83. como sempre maravilhosa,
    concordo com tudo!

    ResponderExcluir
  84. Li a maioria dos comentários então não vou me estender ou ficar repetindo. Assim como essa maioria, apóio sua decisão e espero do fundo do coração que volte a sentir vontade de dividir mais histórias conosco. Vc me inspira e sentirei falta dos posts.
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  85. Concordo. Acho justo, já que nenhuma promessa foi feita. O ritmo do blog é dado pela escritora. Quem gosta acompanha e pronto.
    Quem não gosta sempre tem a opção de sair fora. Acho um desrespeito com o artista esta cobrança. Acompanho alguns blogs e sempre vejo este tipo de coisa. Acho feio isso. Quem gosta pede bis, mas não força a barra. o artista deve sua carreira ao seu publico e o publico tem de ser grato ao artista que lhe interessa pela arte apresentada.

    Nathalia, super beijo pra você, ótimo fim de ano e super 2012. Sucesso

    ResponderExcluir
  86. Olá, Natália. Cá estou eu, às 07:54 da manhã. Não por insonia, ou por falta do que fazer. Eu não tenho insonia. E eu tenho o que fazer. Tenho muito, o que fazer. Tudo o que eu quiser fazer - arrisco. E também não é pelo fato de eu estar no meu segundo dia de férias, e o cara que eu gosto estar na praia. Uhhh, legal que ele tá na praia. Eu nem ligo. (Talvez eu ligue um pouco) Pois bem (Ok, ok, eu ligo muito. Mas pelo menos ele me mandou uma sms desejando bom dia). Te escrevo pra dizer que hoje terminei de ler seu blog. Todas as letras, pontos, e vírgulas. E tenho dito, me identifiquei com tudo. Mas não por eu ser psicótica. Ainda to descobrindo minha identidade. Não quero que deixe de escrever, uma vez que, faz isso muito bem. Porém, se de fato resolver nos deixar, só tenho uma coisa à dizer: "Vai, vai".


    (@anafala; tt - Ana Santin Manarim; face)

    ResponderExcluir
  87. Em minha humilde opinião eu acho que você de ve fazer o que é melhor para você(mas se você continuar postando ia ser muito bom, é claro).Só diga para aqueles que não entendem :"Voltem pros seus lugares!!! Meu espaço, Seu espaço".
    Admiro muito o seu trabalho.
    (guilherme gerolineto)

    ResponderExcluir
  88. Natalia,

    Primeiro de tudo, gostaria de lhe desejar um ano novo maravilhoso e que 2012 seja recheado de trabalhos incríveis, que você ( para nossa suprema felicidade) grave mais episódios de Adorável Psicose ( que eu sinceramente adoro de paixão), que continue a escrever aqui( se você achar prazeroso, claro).
    Já faz um ano que venho lendo seus textos e me identifico bastante com vários deles( principalmente aquele que você fala sobre sua infância, eu tbm sofri 'bullying',moderado, por ser japinha e sempre fui zoada por causa do meu nome hehe)sempre que posso indico seu blog para que mais e mais pessoas possam ler também.
    É isso, nem vou falar para você não dar importância para quem vem te 'trollar', pq eu sei que você tira isso de letra :D
    Um beijo da sua fã quase anônima.
    P.s.: Nem te conheço de verdade, mas me sinto íntima de alguma forma, é o efeito do seu carisma Natalia! hehe.

    ResponderExcluir
  89. oi, feliz tudo.

    1 - você está certíssima
    2 - procure a dra. frida ainda hoje
    3 - meu psiquiatra é ótimo
    4 - nao se deixe desmotivar, há muitos vampiros por aí.
    5 - sua série foi a melhor de 2011, fácil, vc está muito acima das nacionais e das americanas

    parabens

    ResponderExcluir
  90. oi,

    1 - seu trabalho é excelente, genial
    2 - gênios dificilmente sãonstantes constantes
    3 - MANGÁS, GIBIS, NOVELAS, SERIES ENLATADAS ETC são constantes
    4 - NÃO se magoe, continue o que vc quiser, como quiser

    bom tudo

    ResponderExcluir
  91. Aos chatos que esperam reconhecimento:
    1-arrumem umas namoradas;
    2-procurem a dra. Frida.

    ResponderExcluir
  92. Como disse o anônimo há pouco, continue o que vc quiser, como quiser. Nós, que realmente te admiramos, estaremos sempre lhe acompanhando,seja pelo seriado, por Macho Man, no Zorra, em td o que vc fizer, mesmo que vc pare de escrever aqui. Feliz 2012

    ResponderExcluir
  93. Pressão do tipo: "Se você não responder é porque não acredita em Jesus, em Deus, e vai desenvolver um câncer, contrair aids, além de ir pro inferno quando morrer." ?

    ResponderExcluir
  94. Tá bom, vou me matar e sempre que voce tirar uma foto vai aparecer minha cabeça ectoplasmatica lambendo a tua orelha.

    ResponderExcluir
  95. VOCÊ É MARAVILHOSA.. EU GOSTARIA DE TER UM TERÇO DA SUA PERSONALIDADE..

    Realmente, você é fantástica Natália!

    ResponderExcluir
  96. Oi Gt
    Mari B! e Ana Paula escreveram bem d+ :)
    André, só faltou você dizer que se não respondermos essa corrente em 10 dias acontecerão coisas terríveis, tipo, TeRIRveis. :))

    Olha, Natucha (ou NatuSha como é que se escreve?), depois dessa DR (discutir a relação) que é esse texto, Tá provado por quase 100 diagnósticos em três dias de postagem (fora quem ainda não teve coragem de postar): VC PODE SER AMADA PELO SEU TRABALHO, SER APRECIADA PELOS SEUS ESCRITOS e até pelos seus maus humores.
    Tem mais uma coisinha: Você está passando da Fase "Psicose" para uma fase "Janela Indiscreta" (ambas obras primas de Hitchcock).

    Mesmo sem contato na vida real. Mesmo com um ou outro post chato (pode classificar os meus assim tb ;) você é inteligente suficiente para contabilizar um saldo mais que positivo. Isso num dos seus mais longos relacionamentos (4 anos, metade das bodas de algodão) onde não há lucro envolvido, só emoções.

    Inté Gt,
    E não esquentem com uma coisa: Ela já Hesita em parar. Se não hesitasse, não tentaria salvar "nossa relação" de Escritora X Leitores definindo suas fronteiras.

    Abraços pros manos;
    Bjos pras mina.

    ResponderExcluir
  97. Inspiração e vontade não obedecem agenda. Seu talento vai ser sempre apreciado por mim, na TV ou no blog, quando você quiser mostrá-lo. Boas Festas, sucesso e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  98. Entendo perfeitamente o seu ponto de vista e acho justo. Conheci o seu blog a pouco tempo e gostei muito, aprecio o seu estilo de humor inteligente, irônico, sarcástico e um pouco malvado. Seus textos são bons porque são espontâneos, não gostaria deles de outra forma. Continue assim.
    Boas Festas e muito sucesso pra você!

    ResponderExcluir
  99. Oi, Natalia
    Acompanho o seu blog há algum tempo, e com tida sinceridade, acho que você não tem só seguidores raivosos! Acho que vc aglutinou todo tipo de seguidor, mas o que mais me chamou atenção foi o Léo Jandre. Amigo, que tipo de papel vc resolveu incorporar? Vc pretende ser o Dr Frido do blog? Fica analisando o que a Psicótica escreve e ainda por cima fica dando pitaco nos coments dos leitores! Bem chatinho...

    Camila Santiago

    ResponderExcluir
  100. Oi Natália!

    Conheci sua série há pouco mais de três meses e fiquei apaixonada pelo episódio e através dele conheci seu blog. Gosto muito das suas postagens e acredito que a cobrança por novos textos sejam pela ansiedade de ver mais um texto escrito com inteligência, humor e sem falsos moralismos! Enfim, gosto muito da série e do blog, não nos abandoneeeee!!!! rsrs
    Beijão Emmanuela

    ResponderExcluir
  101. Oi!!
    Bom...não costumo comentar, mas dessa vez tive que dar uma passadinha por aqui. Natália, acompanho seus textos a bastante tempo, adoro o blog e você tem se saido muito bem em suas outras apostas artísticas! Fora isso, quanto aos espinhos, a falta de espaço, acredito que não há muita escapatória. mas quanto ao seguidor aí...acho que você devia pedir uma ordem de restrição contra chatice!!!!
    Ele conseguiu a atenção que queria.
    Bjooo
    Feliz Ano novo!!rs e Parabéns!

    ResponderExcluir
  102. Natália,

    Sou uma leitora assídua do seu blog, além de telespectadora da série da TV.
    Como várias pessoas adoro seu trabalho mas,entendo que você não pode abdicar da liberdade e autonomia na hora da escrita!
    Espero sinceramente que seus sentimentos mudem e a motivação de usar esse espaço volte, e que isso te faça sentido, mas entendo que deva partir de você.
    Caso continue, estarei aqui!

    Beijo

    ResponderExcluir
  103. Alguém aí sabe qual a idade da adorável psicótica?

    ResponderExcluir
  104. Po, Homem Ervilha! Da um Google e vai no Wikipédia!

    ResponderExcluir
  105. A gente GOSTA de ler o que vc escreve
    Mas vc DEPENDE dos leitores
    Eles podem ser chatos, de fato.. mas vc está aonde está por vc e tb por eles..( nós)
    Jogo de Cintura.. vc tem 100 fãs de verdade?
    Mas isso ainda é MUITO pouco pro ramo que vc escolheu.
    Talentosa, original vc é, mas tem outras Natálias por aí, melhores e tb piores que vc..
    Pense nisso..

    ResponderExcluir
  106. Oii Natalia,espero que sua motivação volte. Porque assim como eu a outros psicóticos loooucos por seus textos. São pra lá de ótimos! Bom, não ligue pra esses otários não. São só mais um povim sem cultura.
    Parabéens, adoro sua série. Ownt Nikita acabou :’(
    Enfim, Um Feliz Ano Novo minha querida psicótica, com muita paz, saúde, amor, felicidades e uma calcinha amarelitia pra trazer mais dinheiro hahah. Beeijos!

    ResponderExcluir
  107. Ah, oi gente.
    Oi Camila Santiago,
    1 . Ainda não sabia que a pessoa tinha que incorporar um papel pra responder um blog... Assim fica complicado eu só gosto de ser eu mesmo...

    2. Vc pretende ser o Dr Frido do blog?
    Mas não era Dr Feldman, terapeuta Shakespeareano? Ah... tire suas próprias conclusões! :D

    3."Fica analisando o que a Psicótica escreve e ainda por cima fica dando pitaco nos coments dos leitores! Bem chatinho..."

    Você está dando pitaco no meu comentário... Posso te chamar de chatinha tb?
    ;)
    Calma gente, devagar com o andor que o Santinho aqui é de barro. :D

    "Mais ridículo que levar internet a sério é levar-se a sério na internet..." by Zé Rodrix, in memorian

    ResponderExcluir
  108. ler o que você escreve me deixa mega contente! você é corajosa por expor todas essas histórias!

    ResponderExcluir
  109. até quando a natalia dá um tapa na cara das pessoas sem vida que se metem na dos outros, ela nao perde a classe. isso que é superioridade, parabens!

    ResponderExcluir
  110. Acompanho a anos, entrava quase todos os dias. É bom saber que você não tem só leitores, mas pessoas que entraram na sua vida cheia de palavras e acabaram por gostar. Entretanto com a série de TV isso aqui ficou a deriva e dia pra noite nos sentimos meio abandonados. Acho que muitos se expressaram mal, mas na verdade foi pura falta sua aqui. Beeeeijos, e adoro isso aqui.

    ResponderExcluir
  111. Pois é... talvez algumas pessoas não entendam que as figuras públicas não tem obrigação de suprir suas necessidades. Por exemplo, qnd vc vê um "famoso" na praia e espera que ele vá te tratar bem e seja simpático como em tal "novela".
    Gente, é preciso respeitar! Se vc quis abrir seu coração para nós lermos, que ótimo, mas vc não tem obrigação de ser simpática ou suprir carências de estranhos.
    Claro que tudo o q é bom, a gente pede "bis" e fica na expectativa de novas estórias pois nos identificamos e gostamos mas, ao final, são suas experiências e vc só deve dividí-las quando sentir vontade.
    Adoro esse blog, gostaria que ele continuasse. Adoro seu jeito peculiar e inteligente de escrever. Mas faça o que quiser, vc é do jeito q é, não se deixe levar por pessoas q só fazem exigir e mal sabem criticar e, ainda, não conhecem o ditado que "a porta é a serventia da casa".

    ResponderExcluir
  112. Vamos todos praticar a suprema arte milenar do bullying com o LeoJandre.

    ResponderExcluir
  113. O blog é seu, a vida é sua e a psicose também… ok que vários leitores compartilham das mesmas psicoses, mas nesse caso, que procurem as próprias terapias! Continue escrevendo no seu ritmo, quando tiver vontade, se tiver vontade… é isso que garante a espontaneidade dos seus textos! Um excelente 2012 pra você Natalia!

    ResponderExcluir
  114. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  115. Natalia, quando você escreve, você coloca a sua alma e seus sentimentos a mostra, faz com que muitos se identifiquem com os seus textos, caiam na gargalhada, se emocionem, reflitam ou apenas leiam.
    Cara, vc é maravilhosa ! Quando as pessoas cobram por mais textos, acho que alguns querem pressionar sendo chatos, mas outros apenas sentem muita saudade.
    Não quero que vc abandone esse blog, pq tudo o que vc escreve me cativa, mas entendo que tudo por obrigação acaba sendo chato, falso e incoerente.
    Só quero te dizer que quando vc ler o meu comentário, eu quero que vc saiba que seja no blog, ou na série Adorável Psicose ou em Macho Man,não importa, em qualquer lugar aonde vc estiver, estarei torcendo por vc.
    Tudo de bom na sua vida, desejo que vc seja mt, tipo, mt feliz ! Feliz 2012, God bless you :)

    ResponderExcluir
  116. Olá Psicótica!
    Bom, seria pedante e clichê dizer que adoro seus textos, bem como a série?
    Sim???
    Pois serei... ADORO!
    Te acompanho a tempos, mas sempre que tento comentar um post o note trava, e eu acabo desistindo de escrever tudo novamente, mas dessa vez foi preciso insistir.

    Se as pessoas te cobram é pq te adoram! Se tá de saco cheio disso, dá um tempo, paciência. Nós, seus fãs psicóticos, é quem lamentamos e perdemos...

    Eu, sinceramente, não gostaria que parasse de escrever, por motivos óbvios, não é mesmo?! (fã, blogueira e tb psicótica). Todavia, entenderia (e mesmo que não o fizesse, isso de nada adiantaria), afinal, a decisão é sua. Sempre foi e sempre será.

    Te desejo um 2012 abençoado, com muita paz, saúde, alegria, dindin no bolso (ou na conta, sei lá, rs). Que vc possa encontrar e, viver um grande amor!

    Um bjo imenso!

    ResponderExcluir
  117. Ei Ervilho Mann,
    Humor não é bullyng...

    http://www.adoravelpsicose.com.br/2011/10/humor-nao-e-bullying.html#comment-form

    Quem gosta do blog, lê o blog... ;P"
    Experimente ler os comentários e as respostas da Natália.

    Gt, isso aqui tá viciante, como não gosto de vícios (todo exagero acaba com o prazer) Deixo um feliz ano novo e até o ano que vem. :D

    ResponderExcluir
  118. Sabe, Natalia, acompanho este blog há pouco tempo, mas confesso que já se tornou parte do meu cotidiano. Sabe, chegar em casa após um longo e desgastante dia de trabalho e visitar este espaço é revitalizante. Teus textos translucidam exatamente aquilo que você é, o que, de certa forma, me faz me sentir mais normal.

    A abstinência de conteúdo como o teu me faz mal, assim como a tantos, mas volte apenas quando quiser/precisar. Estaremos aqui.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  119. Natalia, só escrevi uma vez neste blog, quando vi um dos episódios da série da TV e fiquei bastante entusiasmado. Continuei assistindo a série - e recomendando para muita gente - e vi recentemente uma entrevista sua no Jô Soares. Fiquei muito impressionado novamente, com você,a sua figura, o timbre da sua voz, a sua beleza e o "senso de humor". Coloco entre aspas porque acredito que seja muito mais que um mero "senso de humor", pois trata-se de um modo de ser e se dar ao mundo e às pessoas que é muito bonito, forte, intenso e encantador. Digo tudo isso por conta deste texto escrito para o blog. É um texto denso, bonito, sincero e afirmado. Um texto de quem sabe o que significa mesmo ser escritor e as agruras de se saber isso. Você diz "Mais do que nunca, eu precisava de um lugar seguro, onde pudesse cultivar minha individualidade como escritora. Acima disso, eu precisava descobrir que tipo de escritora eu queria ser.". É bonito e certo: a procura de um espaço de refúgio para cultivar a nossa solidão e para nos descobrir como escritores. Achei lindo. Ao mesmo tempo que achei lindo, corajoso e potente uma outra afirmação "Porque eu sinto muito, mas não devo absolutamente nada a ninguém.". Só uma pessoa realmente adorável poderia escrever isso dessa maneira...

    ResponderExcluir
  120. Conheci a serie para soóóóo depois conhecer o blog...é tão engraçado...mas quando leio aqui, ouço sua voz na minha cabeça.

    Ai gente, blog pessoal é blog pessoal.
    Escreva quanto quiser na hora que quiser.
    berrôs e abrarrôs.

    ResponderExcluir
  121. Li o texto e todos os comentários...sem mais o que dizer apenas seja você mesma com sua opinião e jeito sincero de se expor...escreve até quando isso for bom pra vc!
    Nós adoramos vc e sentiremos sua falta então se for a decisão certa a ser tomada...não nos deixe :)

    Jackie

    ResponderExcluir
  122. Acho que voce deve estar passando por uma crise existencial, aumente as freqüência da terapia.

    ResponderExcluir
  123. Conheço seu blog antes de conhecer a atriz! O que me impressionou foi o seu jeito espontâneo de escrever que lembra muito o meu.
    Super entendo o que vc quis dizer, afinal a gente só posta em um blog quando tem vontade. A motivação pode ser a alegria ou a raiva. Não importa, afinal, ao meu ver a gente escreve em um blog mais para nós mesmos do que para os outros.
    Claro que adoraria ver mais posts seus por aqui. Mas se isso não for possível, continuarei acompanhando seu trabalho de outras formas.
    Que vc continue inspirando as pessoas assim como fez comigo!
    Feliz 2012!

    Beijos

    ResponderExcluir
  124. A maioria dos seus leitores,tbm são 'psicóticos' e se identificam com você.Porém,a cada dia que passa,você parece estar superando sua psicose,o que não agrada os psicóticos convictos.
    É aquele medo da mudança...

    ResponderExcluir
  125. Comecei a ler seu Blog depois que vi o 1° episodio da série, quer dizer tava na metade e ai achei o Blog, o video duas amigas sempre me falavam e eu sempre acabava esquecendo de ver...ai um dia vi e achei o Blog e adorei tudo e me identifico muito com as coisas que você conta, enfim adoro o Blog...

    Feliz 2012!

    ResponderExcluir
  126. Você é sensacional. Muitas outras pessoas não o são. Na verdade, muitas pessoas, são invejosas, desprezíveis ou apenas retardadas. Meu pedido de ano novo é: ignore-as. Se for preciso, contrate alguém para filtrar as mensagens recebidas no blog e deletar as indesejáveis. Assim você nem precisa ler o que não precisa ser lido. Que 2012 lhe seja especial. E que os seus maus leitores não ofusquem o seu prazer em presentear, mesmo que apenas de vez em quando, seus bons leitores.

    ResponderExcluir
  127. Como poderei dizer isso sem parecer estranho? Carinho às vezes sufoca. Tipo a Felícia, que aperta, esmaga, tritura de tanto amar. Será que não estaria ocorrendo isso? Um saudade tão grande que sentem de vc que vc mesma se sente sufocada? Talvez sim, talvez não. Quanto às críticas, essas servem para crescermos, ou simplesmente ignorá-las. Crescermos no sentido de nos descobrir. Muitas vezes nem saberíamos da nossa força e sobre nossa personalidade se determinadas situações não tivessem ocorrido. Ignorar quando escapam da compreensão real que tudo isso encerra. Você realmente não precisa atender a nenhuma expectativa, nem responder se não tiver vontade. Quando você começou seu blog (e posso falar isso com propriedade, pois li todos os seus posts, tipo: TODOS) vc tinha se proposto a ser algo que cativou a maioria de nós: vc foi vc mesma. Não precisa mudar nada, nem parar de escrever, nem escrever todos os dias e muito menos agradar a todos (até pq isso ninguém até hj conseguiu). Vc só precisa ser o que vc sempre é na vida e no blog: vc mesma. E é por vc ser vc mesma que te amam. E de tanto amar, te apertam, te sufocam, te trituram. Quem mandou ser psicótica, mas ser adorável? Felícias aparecerão sempre e vc se sentirá assim vez ou outra. No momento, de vez em sempre. Mas é melhor ser por inteiro que ser pela metade. Dias bons e dias ruins. Mais ou menos é pra gente fraca.

    ResponderExcluir
  128. Boaaaaaaa!!! Isso mesmo, Natalia! Bota pra quebrar!

    ResponderExcluir
  129. Oi ...está acontecendo um sorteio do meu livro no blog

    http://peroladaleitura.blogspot.com/2012/01/sorteio-de-aniversario-amazonia-um.html

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  130. "meu espaço, seu espaço... " hahahaha adoro o blog natalia! o inferno serão sempre os outros. e quem se importa? ;)

    rosseline tavares.

    ResponderExcluir
  131. OsEngenheirosDePensamento2 de janeiro de 2012 01:00

    [...]
    O caolho deslumbrou-se, com a fama se perdeu
    deixou a banda sem guitarra
    uma algazarra aconteceu

    Ambidestro, muitas ambições
    Nada modesto, cheio de afetações
    [...]

    http://obraincompleta.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  132. Acompanho seu blog desde 2009, quando você postava quase todos os dias, e ainda não era conhecida... Tem textos seus que bem poderia ter sido eu que escrevi (tipo esse http://www.adoravelpsicose.com.br/2009/10/sem-titulo.html), se não fosse o pequeno detalhe de que eu não escrevo tão bem quanto você. Mas o que quero dizer é que é muito legal acompanhar seu sucesso, ter visto você conquistar várias coisas pelo seu talento. A série é sensacional, e eu realmente espero que dure muitas e muitas temporadas! Espero também que você não desista do blog, porque apesar de você não postar mais com tanta frequência como antes, ainda é legal passar por aqui e ver bons textos. Muito sucesso em 2012, Psicótica :*

    ResponderExcluir
  133. Eu sei que essa informação é inutil e que você pode não compreender, mas eu estou no rio passeando e rezo todos os dias (semi-verdade) pra te encontrar perambulando por aqui pra poder te abraçar e seguir o meu caminho. Ainda tenho 4 dias. Haha

    ResponderExcluir
  134. parabenz natalia! olha seu blog me ajudou muito a superar o trauma que tive com o babaca,retardado,pobre e fedido e com pau torto do meu Ex,

    e a ver o mundo de outro jeito( não é minha culpa a se uma mala quebra ela que é vagabunda e pra comesar nem vale o "investimento" inicial)

    e eu tbm sou blogueiro e dei um tempo no meu blog então eu te entendo .

    ResponderExcluir
  135. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, VC É MUITO ENGRAÇADA ATE SENDO SINCERA, ESCREVA QUANDO QUISER, AGENTE ESPERA OK,BJOS E UM OTIMO ANO,

    ResponderExcluir
  136. Voce não precisa nunca precisou dar satisfações para ess povinho da moda que quer falar que curte teu blog e teu programa só porque está na crista, deixa eles de lado, quem é fão sempre vai te esperar e se deliciar com tudo que voce faz.
    Natalia voce é linda, inteligente, deixa esses boçais de lado.
    bjs Nelson

    ResponderExcluir
  137. Oi Natália!

    Compreendo perfeitamente sua falta de vontade, o problema é que a internet parece uma terra sem lei, as pessoas acham que os comentários aqui não ofendem ninguém, acham que digitam para uma máquina ler. E a fama trás críticas de pessoas que não conseguem olhar para o próprio umbigo.

    Dizem que os olhos são a janela da alma, eu discordo, como um escritor, acredito que os textos são a janela da alma, e quando criticam nossos textos criticam diretamente nossa íntimo, mesmo um texto bobo que não pareça revelar muito do escritor.

    Críticas construtivas já ferem um pouco o ego, imagina então as críticas exageradas de pessoas incapazes de interpretar um texto.

    E ai entra também a linha tênue entre vontade e obrigação, eu perco a vontade de fazer qualquer atividade de lazer quando começam a me cobrar demais, e você certamente se sente da mesma forma, afinal é o seu blog e não o nosso, você deve escrever o que sente vontade e atrair quem se identificar com você, nunca o contrário.

    Sendo assim, respeito totalmente sua vontade, e espero que se as pessoas que te irritam com os comentários sejam realmente seus fãs, respeitem seu espaço, e se não forem ou só vierem com reclamações não construtivas, então simplesmente não leiam o blog (Get a life).

    Eu pessoalmente adoro o seu blog, e espero mesmo que você não nos deixe, ainda mais com a série em hiatus xD

    Mas se não sentir vontade de escrever, não deve escrever, o blog não deveria virar trabalho.

    Anyway, feliz ano novo psicótica e leitores do blog o/

    Ps: Se puder me responder uma perguntinha que eu sei que já fizeram milhares de vezes mas nunca achei a resposta, você sabe/poderia dizer quando a série volta? Obrigadinho =)

    Ps 2: Por "motivos técnicos" não posso adicionar URL no momento para me identificar.

    Bruno Passos.

    ResponderExcluir
  138. Amei seu texto...sua sinceridade e transparência são tudo o que este mundo hipócrita anda precisando. Um beijo.
    Feliz 2012!

    ResponderExcluir
  139. Eu sei como é, por que tenho um blog também, claro que não é tão pop quanto esse seu rsrs... mas escrever vem exatamente da inspiração mesmo, tem dias, ou semanas ou meses que a gente não está afim e pronto... É assim comigo pelo menos, talvez seja com vocÇe também... Eu mesma ja devo ter pedido mais posts seus, ou por aqui ou pelo twitter rsrs, mas só mesmo por que eu adoro ler seus textos, só por que as vezes muito do que eu leio aqui, acaba até que acontecendo parecido comigo... então me identifico com vc... mas em nenhuma das vezes que pedi foi pensando que talvez poderia te causar uma impressão de coação, e eu sei que não é só da minha parte... muitas pessoas mais devem te pedir, mas por elas e por mim, que como escritora de blog também, deveriamos entender seu lado e não ficar te enchendo o saco =(.... É muito bom ter vc por aqui, por sinal no seu blog rsrs, então escreva quando quiser (como se vc ja não fizesse isso rsrs), mas saiba que é isso mesmo, é só por que ler seus textos é muito bom, por isso as vezes parecemos chatos e imploradores rsrs... Beijos Psi.... =P

    ResponderExcluir
  140. Oi Nathália, adoro seu blog, adoro seu programa e seu jeito de lidar com as situações. Fiquei sabendo do programa por uma amiga, depois do blog. O blog é seu, a cassa é sua, os incomodados que se retirem.

    ResponderExcluir
  141. Muito bom, adorei sua sinceridade, e ler coisas que muita gente quer dizer, e nunca diz. O blog está demais, parabéns!

    ResponderExcluir
  142. Sabe de uma coisa,
    eu tbm odeio esse blablabla de que escrevemos apenas para conseguir popularidade, o http://maesmulheresetal.blogspot.com sofria disso, uma época, noutra fase o http://bulafem.blogspot.com também!

    Mas não deve desanimar com os babacas não! Chuta o balde menina, entorna o caldo, e deixa borbulhar em cima dessa gentezinha que não sabe não reclamar. Que não dá conta de ter um espaço criacional bacana e cai de boca em cima do bom trabalho alheio.

    Vamos produzir em 2012! Aliás fica o convite, mande seu texto para o bulafem@gmail.com será um prazer publicar seu trabalho conosco!

    Ju Fernandes - Redatora do Blog Bula Feminina e Mães mulheres e Tal!

    ResponderExcluir
  143. Por onde quer que você vá eu sempre te acompanharei, se você começar a escrever obituário ou o cardápio da lanchonete da esquina, sei que fará isso de maneira magnifica e maravilhosa, e com muito profissionalismo! E eu estarei lá dizendo que significa! Significa! Se isso for um ADEUS, MUITO, MUITO obrigado por ter compartilhado com todos nós sua legião de fãs psicóticos, um pouco de você! Você é uma inspiração pra mim, Amo o seu trabalho e admiro você profundamente, tipo profundidade onde o Titanic foi parar! Seu sempre fã!

    ResponderExcluir
  144. Suas experiências são sempre bem vindas, mas apareça quando quiser...

    ResponderExcluir
  145. Natália, acho que você assim como eu está cansada de sempre ouvir a mesma bosta todo ano (''feliz ano novo'') e não mudar porra nenhuma em sua vida... e quando muda nunca é pra melhor... nunca é um ano realmente FELIZ.
    Mas enfim, me identifico pra caramba contigo. Principalmente que por mais que você sofra, se decepcione... no final você sempre leva no 'bom humor', ou sei lá, mesmo que você não leve, as pessoas acabam rindo no final e isso até que é divertido por um lado meio autodepreciativo...
    E isso também ocorre comigo... a merda acontece... eu sofro pra caralho e no final só rindo mesmo pra não chorar mais ainda kkk
    Mas eu desejo do fundo do meu coração que nosso ano seja ÓTIMO, LINDO E MARAVILHOSO.
    Porque porran depois de muita tristeza tem que vir algo de MUITO bom pela frente!

    ResponderExcluir
  146. Adoro seu trabalho, parabéns pelo blog e o programa....fala só uma coisinha pros pregos que estão te coagindo: Vai, vai !

    ResponderExcluir
  147. Tudo bem, veja o trabalho da fotografa Alex Prager, acredito que va gostar.

    Relaxa, voce esta precisando namorar, se apaixonar e ser bem tratada.

    Up up!

    ResponderExcluir
  148. By the way, tudo bem que os vinhos Argentinos sao bons, idem para os Chilenos.

    Mas o que voce esta precisando mesmo eh de um bom tinto de St Emilion ou ali de Pomerol, larga esta coisa e Mabec e vem para ca!

    up up, bip bip!

    ResponderExcluir
  149. Natália, vc eh mtu boa no que faz, mtu sucesso pra ti... e seu humor eh extraordinário...
    e por favor não deixe de escrever.... xD
    bjo Nicole

    ResponderExcluir
  150. Aaaaa ta tudo bem?Acompanho teu blog e tua série e espero q esteja tudo bem com essa pessoa psicotica chamada Natalia :D
    Serio de coração,qnd se sentir melhor volta a postar, u monte de gnt curti o q tu escreve aki.
    E eu so uma delas :)


    Bom começo de ano
    Bjsss

    ResponderExcluir
  151. nataliaaa... vc eh d+, parabens pelo trabalho....

    ResponderExcluir
  152. Pelo amor de Deus, não pára de escrever. Realmente, tu não deve nada pra nós, leitores. Mas não pára, por favor ):

    ResponderExcluir
  153. vc nao anda com muita vontade de escrever.....porque?porque?porque?porque?....mais porque? porque? porque? porque? dona natalia.

    ResponderExcluir
  154. Pra PQP quem não curte. Tem muita coisa na internet, que procurem o que gostam e não encham o saco.

    Natalia, se apegue em quem gosta do que vc escreve e que se critica, falo algo produtivo.

    Pare não. VOCÊ ME DIVERTE!

    ResponderExcluir
  155. Eh #fato que se o blog acabar 70% das minhas risadas acabaram..rs!
    Natália vc é ótima em tudo que faz..como atriz, escritora e redatora.
    Se tiver afim de postar menos...seus verdadeiros fãs entenderam.
    Grande Beijo!
    PS: adorei de conhecer no prêmio extra e tirar uma foto com vc!

    ResponderExcluir
  156. Quando a segunda temporada da série acabou eu me senti um pouco orfã. Não para aqui não...

    ResponderExcluir
  157. Olá tudo bem? Nunca tinha lido o seu blog apesar de ler a série gostei muito do jeito que escreveu, acredito que escrever nunca deve ser uma obrigação, e que devemos fazer o que sentimos pois assim ficamos melhor com nós mesmo, e quem sabe seja um momento conturbado da sua vida, ou algum incomodo com toda essa hipocrisia que vem no mês de dezembro

    ResponderExcluir
  158. ok ok, você venceu Natalia! Batatas fritas!!!

    é que o povo sente saudade de ti.. mas aparece de vez em quando, nem que seja uma vez por ano...
    a gente sente saudades de ti!

    ResponderExcluir
  159. Natalia, já sei!
    Escreve um livro!!!
    Ta aí! Te quero na minha prateleira!

    ResponderExcluir
  160. Por favor, não pare de escrever por esse motivo. Peço humildemente como fã. Em último caso, acabe com os comentários do blog. Mas não acabe com o blog. Eu pouquíssimas vezes comentei aqui, e quando o fiz foi como "anônimo", mas hoje vou assinar.

    ResponderExcluir
  161. Voto por um livro, pela 3ª temporada da série, pra uma mini série, pra um filme no cinema, pra outro blog...mas fique a vontade para voltar quando quiser. Dos fãs vai restar torcer pra te encontrar logo.
    2012 de muita luz e inspiração para você.

    beijinho,
    Si

    ResponderExcluir
  162. Achei o máximo :)
    Espero que você volte com o blog, se te der vontade.
    beijo!

    ResponderExcluir
  163. E a recíproca é verdadeira...

    ResponderExcluir
  164. Hahahaha! Voce é ótima Natália!!! Até tua sinceridade é diferenciada! Voce é GENIAL e nao precisa bajular ninguem! eja sempre assim! Ficarei feliz se continuar escrevendo! Bjao
    Camila Serafini

    ResponderExcluir
  165. Ah não!

    Você é nossa!

    Nós te fizemos e nós a destruiremos!

    Vamos ficar em volta, observando e cutucando com uma varinha!

    ResponderExcluir
  166. nataliaa! relaxa e quica. esse malucos sao retardados! vc é incrivel. fica tranks! énois!!!

    ResponderExcluir
  167. Apoiado... Textos só devem ser escritos quando há vontade o que não está ligado diretamente à inspiração! Faça quando achar que tem que fazer!

    ResponderExcluir
  168. Natalia,

    Sou um estudante de psicologia e adoro a sua série que, com um humor que é ao mesmo tempo àcido e construtivo, aborda de maneira muito perspicaz temas como a psicanálise, a figura do analista, a psicose, as nossas neuroses pós-modernas...enfim!
    Recomendo a todos os estudantes que levam estes temas muito à sério...(Afinal, quais os limites entre o normal e o patológico? Quando não são ténues, às vezes são imperceptíveis!)..muitos elevam a pscicanálise ao status de doutrina, quase uma religião...é assustadoramente sedutor e contagiante ser um adorador e discípulo de Freud ou Lacan.

    Gostaria de saber se você é leitora ou já foi em algum momento de psicanálise ou psicologia?

    Por que com uma sagacidade incrível, você ironiza temas que são assunto de piada interna entre estudantes de psicologia e psicanálise!

    Gostaria de compartilhar com você um trecho de "A casa dos Budas Ditosos" do João Ubaldo Ribeiro, creio que vai gostar e seria uma ótima leitura para este momento, por que grande parte da narração e da narradora do livro se parecem um pouco com você: é impudica, livre de mal-estares por quaisquer dos comentários, dos mais desavergonhados mas inocentes aos mais sórdidos. Creio que para João Ubaldo abster-se da responsabilidade criativa, reclamando para si apenas a transcrição, certamente ajudou a escrevê-lo, ou publicá-lo, como seja. Admiro você pela coragem com que assume a autoria do que escreve e revela em seus relatos a amplitude antropológica do humano moderno, da qual, verdade seja dita, Lacan passou longe!
    Eis o que a ética nunca permitiria a um psicólogo comentar sobre Lacan:

    "Algo me diz, falava-lhes eu... Ha-ha-ha-ha! Ha-ha-ha-ha! Ai, meu Deus... Desculpe a crise de riso, mas eu me senti, não sei por quê, meio Lacan, declamando todas aquelas baboseiras desconexas e ininteligíveis, e os crentes tentando decifrá-lo como quem decifra Nostradamus ou a pitonisa de Delfos, quando é claro que ele mesmo não sabia que merda estava falando, suspeito que tomava qualquer coisa para o juízo. Descia as ventas numa quatro carreirinhas gordas e ia à luta. O que se fala e escreve de merda engalanada na França é inacreditável, eu mesma nunca engoli nada dessa empulhação que confunde ininteligivilidade e chatice com profundidade, nem Lacan, nem Godard, nem Robbe-Grillet, nada dessas merdas, tudo chute e chato, e quem gosta é porque foi chantageado a gostar e, no fundo, se sente burro. Sartre ainda tinha umas coisas, sem bem que L'être et le néant é a mãe dele, mas ainda tinha umas coisas, às vezes era arrebatador. Não, não tenho nada que me sentir como Lacan, eu... Ha-ha-ha, desculpe, é dessas crises de riso que a gente não consegue deter. Lacan... imagine a cena, um maluco furibundo, com o miolo cheio de cocaína e anfetamina, despejando aquela enxurrada amazônica de non sequiturs esbugalhados em cima de uma platéia que nunca entendeu e até hoje vive tentando comicamente entender e terminando por falar do mesmo jeito e acabando invariavelmente por infelicitar alguém. Ele não escreveu porque, provavelmente, não conseguia sentar para escrever. Tem gente assim. Eu também, quando ficava ligadona, era assim, não parava quieta, nem na cama."

    Abraços,

    Vinícius

    ResponderExcluir
  169. Falou e disse, Natália !
    Blasé neles !!!

    ResponderExcluir
  170. Sinto muito se estão te pressionando.
    É uma pena, pois escrever é arte, e não se faz arte sob pressão.
    Sempre que quiser escrever terá muita gente querendo te ler!(eu entre elas)

    Então, boa inspiração aleatória!

    ResponderExcluir
  171. Natália,
    Como muitos acima, nunca também tinha escrevido em seu blog, tenho o seu blog no meu rss
    Já tinha visto essa atualização no dia que você atualizou, li ... e agora voltei a ler novamente, porque acho que vc tem que mandar essas pessoas vc sabe... enfim, amo o seu blog... não pare! não pare!
    Beeijão

    ResponderExcluir
  172. Eu tenho um blog também e entendo como o pessoal pode ser "chato" quanto o "quando vai sair o novo post?", mesmo quando não há vontade dentro de si para fazer isso. Ué, como você falou, ninguém é obrigado a escrever um blog. Entretanto, o Adorável Psicose é adorável! :) Seria uma tristeza enorme se ele se congelasse e parasse no tempo. Enfim, parabéns pelo sucesso que tem feito!

    ResponderExcluir
  173. Nunca pensei que ficaria feliz por ninguém comentar meu blog...obrigado Natalia!! (:

    ResponderExcluir
  174. Céus! Agora ele possui discipulos!

    ResponderExcluir
  175. Oi Natalia, assisti agora uma entrevista tua na revista QUEM que me deixou muito feliz, no qual vc falava que o Adoravel psicose vai ter mas duas temporadas para esse ano é muito legal mesmo. Parabés, muito sucesso.

    Vivi

    ResponderExcluir
  176. Natalia adoro ler o que tu escreves, e se tem alguém insatisfeito, a porta rua realmente é serventia da casa!!!Tu não tens obrigação nenhuma de estar sempre postando algo!!!Mas se terminasse com este espaço com certeza deixaria muitas pessoas tristes por não poderem se divertir com a as tuas palavras!!

    ResponderExcluir
  177. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  178. Oi Natalia,eu conheci o programa foi tipo que do nada, estava trocando de canal e parei do Multishow e vi, ja tinha visto os promo do programa mas nunca tinha assistido comecei assistir a uma 2 / 3 semanas no maximo e ja assisti todos episódios através do canal zingo rsrsrs ja o blog eu comecei a acompanhar no mesmo tempo que o programa também, mas venho dizer que adoro seu trabalho, assim como no "Adoravel psicose" o blog e o programa, assim como também no MachoMan, você tem um jeito de ser diferente mas legal, eu adoro a serie as duas, nas duas você parece ser o mesmo personagem,(diferença, um com maquiagem e outro sem)rsrsrs Mas o melhor é que você mostra o mundo de um jeito bem diferente, mas na realidade do jeito que ele é, verdadeiro.
    Que sua carreira seja mais extensa ainda, que venha fazer muitos trabalhos pela frente.
    Agora uma pergunta, vai ter a terceira temporada de MachoMan e Adoravel psicose ?

    ResponderExcluir
  179. Natalia, só não concordo com uma coisa do que você escreveu ( e sei que vc também não concorda, apesar de alguns "queridos leitores" dizerem isso).
    Sem os leitores você continuaria a ser a adorável psicótica que é, só não nos daria o prazer da sua companhia.
    Quem diz o contrário são as mesmas pessoas que reclamam da cobrança de chefe, família, namorados. Mas não se lembram disso ao cobrarem dos outros a atenção que eles mesmos não dão aos seus.Leia um texto muito interessante de Arnaldo Jabour chamado "Lei do Caminhão de lixo". Ele esclarece muita coisa da nossa vida.
    Deixe que esses comentários maldosos e chatos de galocha entrem por um ouvido e saiam rapidamente pelo outro.
    Você é extremamente talentosa, sabe o valor que tem e isso é o que importa.
    Para nós, leitores que te admiram e acompanham, só nos resta aplaudir sua presença ou sentir sua falta.
    Tenha um 2012 maravilhoso e para todos esses mal amados mande um 'Momento "Frankly my dear"'!

    ResponderExcluir
  180. Natália, fica. Como vc mesmo costuma dizer: 'Por favor, por favor, por favor, por favor, por favor...' rsrsrs
    O mundo virtual sem a nossa adorável psicótica Natália não seria o mesmo.
    Suas publicações aq e sua série são um verdadeiro show de talento. Super me identifico c td q vc escreve e espero q continue.
    Confesso q a medida que fui lendo esse post fiquei meio down (gosto mt mesmo do seu blog e d vc!)
    Abraço,
    mais uma psicótica!

    ResponderExcluir
  181. escreva quando tiver vontade, o blog é seu , se alguem reclama que vc não escreve todo dia , foda-se ( pode falar foda-se aqui?), enfim, divirta-se escrevendo , nen que seja em guardanapos com marcas de batom dos travestis da lapa, vc não tem obrigação nenhuma mano , criatividade não pode ser exigida , a vontade vem quando agente ta com vontade ... obviamente ... faça oque te deixa feliz , quando te apetecer , quem gosta gosta , quem não gosta , vai ler outra coisa ...tipo o blog da ana maria com receitas natalinas ...e não se eskeçe , vc é uma estrela de luz !

    ps* curto a vera seu trampo

    bjs.

    ResponderExcluir
  182. As pessoas pensam que escrever não dói. Acham que é como ir ao banheiro. De fato existem escritores que se utilizam dessa modalidade, mas prefiro não comentar sobre eles. Expor-se para mundo e ver os outros rindo de nossas experiências pode parecer divertido. Rir junto, dizem, é melhor do que ficar num canto emburrado. Quando o ser humano aprenderá a ser humano de verdade? Ninguém deve absolutamente nada a ninguém. Parabéns por sua atitude.

    ResponderExcluir
  183. amo seu programa e blog, parabéns pela criatividade e talento, tomara que vire filme, livro, loja, multinacional, e que a série nunca acabe, poxa podeira ir pra tv aberta , depois do bbb e do globo reporter sei lá, é impressionante como todos nós temos um k de psicoticos, ainda mais nesse mundo de hj, abração psicótico!!!

    ResponderExcluir
  184. Putz grila (não vacila!!!) uahiuahuiah... ah não Natália... não podes me deixar! Sim! Porquê se tu deixas de escrever aqui... acabas com a "nossa" relação que acaba de começar. POR FAVOR, não pára de escrever, eu imploro, adoro teus textos, tu és super criativa, extrovertida, inteligente, linda... tens que seguir tendo "isto aqui", nem que seja como um desabafo das coisas que acontecem contigo, please!
    Adoro teus textos e acredito que miiiiilhhares de pessoas também, por favor, pensa com carinho, e não nos abandone JAMAIS!
    Beijos do sul do R.S.

    ResponderExcluir
  185. Creio que a motivação das pessoas que de algum modo fizeram com que o que deveria ser um prazer agora pareça uma obrigação não é, ou era, em princípio, ruim. É que, como aconteceu comigo, teu blog se tornou um pouco viciante. O humor irônico e a capacidade rara de transformar situações que poderiam ser humilhantes ou desagradaveis em experiências divertidas é algo dificil de encontrar. Eu, na verdade, não conheço mais ninguém que tenha esse dom. Mas sei que tem que ser algo natural, também tenho um blog e às vezes não adianta, há coisas interessantes que poderia postar, mas por algum motivo, não sai.
    Só escrevo para dizer que a pressão que sofres é porque eres genial. E do que é bom, muito bom, sempre queremos mais. Espero que a teu tempo, consigas seguir com esse espaço, pois ele vale muito. Teus textos, e tua pessoa, a pessoa que com tanta coragem e crueza (essa palavra soa estranhíssima mas não consigo pensar em outra pra substituir) expões aqui, são muitissimo apreciados e respeitados por milhares de leitores. Que tu nunca te esqueças disso! :)

    ResponderExcluir
  186. Oi Natália,

    Pegaram seu refúgio e transformaram numa prisão, né? Não que melhore alguma coisa, mas sei como se sente. Sabe o que você deveria fazer com os pentelhos que te enchem o saco? Uma grande confraternização chamada "Frankly my dear" e mandar todos à merda. Não deixe de escrever, seu refúgio também é o refúgio de muita gente. Faça isso coforme for confortável para você, sem pressão. Um beijo!

    ResponderExcluir
  187. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  188. Natália, altos e baixos fazem parte de todo processo iniciado em nossas vidas. Compreendo o seu desabafo e, mais uma vez, me sinto como se você sempre conseguisse escrever coisas que penso e sinto mas não conseguia colocar em palavras, frases. Não sabia externalizar.
    Assim como eu, penso que outros seguidores vêem em você um espelho bem sucedido. Pense nesses nos momentos de baixa. Escreva por estes, gostaria muito de continuar a conseguir me enxergar em seus textos e episódios e, melhor ainda, ver minha "psicoses" externalizadas.
    Seja sempre melhor!
    Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  189. Não nos deixe, amo vc...vc me inspira!!!!

    ResponderExcluir
  190. O que me impressiona em vc é a sua sinceridade, isso é raro hj em dia, ainda mais em meios públicos!! Arrasou...se quiser e tiver vontade de escrever, escreva, mas nunca com uma obrigação...Sempre estarei aqui vendo se vc colocou algo, se não, te vejo na TV, Twitter e tals!! Continuo te admirando da mesma forma!! Um super 2012 com muitas realizações, sucesso, paz e saúde!! É o mínimo que posso desejar para uma pessoa incível como vc! Um beijaoo!

    ResponderExcluir
  191. Nataliaaaa! Cadê o próximo post?! Aguardo ansiosamente!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  192. Alowwwwww....ela fez um post pedindo pra não encherem o saco dela e vem uma "anta" e diz: Natalia, cade o proximo post? ai,ai,ai

    ResponderExcluir
  193. Aff.. já tá com mais de 10 dia desde o último post.. vamos atualizar isso aí, conte nos mais sobre você.

    ResponderExcluir
  194. Olá,

    Estava procurando imagens do programa para postar no face....adoro falar bem de coisas que gosto..bom acabei caindo aqui e parei prá ler...pois essa é outra coisa que também gosto de fazer...e sabe que gostei do que li. Relaxa você tem liberdade prá escolher o que quiser fazer...não precisa explicar..a não ser que queira entender. Se cuida e parabéns pelo blog e pelo programa.

    ResponderExcluir
  195. Escreva quando der vontade, lerei quando sentir saudade e continuamos assim... não sofra.

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira