natalia

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Dia dos Namorados - parte 1


Entrei numa dessas lojas moderninhas para comprar qualquer roupa que vestisse bem na minha autoestima, que andava bastante capenga. Mal tinha chegado até as araras, quando fui interrompida pela voz incômoda da vendedora.
"Posso ajudar?"
Dei um sorriso sem grande entusiasmo e disse que só estava dando uma olhada. Mas ela resolveu presumir o motivo da minha incursão.
"Está procurando presente pro dia dos namorados?"
Na falta de uma resposta ofensiva o bastante, disse o que me pareceu mais prudente no momento.
"Sim. Estou."
"Ele veste que tamanho? Chegaram umas camisas lindas, olha só", e me mostrou uma porção delas. "Eu também estou com essas calças super bonitas, têm tido muita saída."
Eu permanecia com o mesmo sorriso, dando apenas algumas eventuais balançadas de cabeça, como quem diz "ok, tá visto."
"Gostou de alguma coisa?", ela perguntou, com um excesso de simpatia que me fazia pensar em bater com sua cabeça na caixa registradora.
"Nãão", respondi, com uma pitada de desdém, que foi imediatamente captada pela vendedora. "Acho que ele não vai gostar de nada não."
"Qual o nome dele?", ela quis saber.
Engoli no seco e disse o que me pareceu mais prudente no momento.
"Z-Zingo."
Ela estranhou.
"Zingo?"
"É, Zingo", confirmei, fingindo estar segura. "Pode parecer estranho quando você ouve pela primeira vez, mas é um nome super comum na Nigéria. É como se fosse um João, um Pedro..."
"Ele mora na Nigéria?"
"Não, não mais. Você sabe qual é a situação da Nigéria, né?"
"Qual é a situação da Nigéria?", rebateu, como se a minha pergunta fosse retórica.
Mas eu não fazia a menor ideia de qual era a situação da Nigéria.
"Não tá legal", respondi, em tom sério.
Silêncio.
"Você não tem namorado, né?", ela constatou.
"Não, não tenho", admiti, por fim.
Pequeno silêncio.
"Você quer ver roupas pra você?"
"Sim, por favor."


TRILHA SONORA: tema da série Curb Your Enthusiasm.

18 comentários:

  1. Hahahahaha! Ótima cena!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Eu juro que estava esperando você dizer que pisou "acidentalmente" no sapato dela que era horrorosamente apertado e já devia estar matando a vendedora a grito... Você é boazinha demais para uma psicótica, rsrsrsrs.


    Entrei numa loja nesta semana discretamente se um certo item estava lá, para o dia dos namorados, as sem noção das vendedoras ficaram quase me sugando lá dentro, querendo vender coisas a todo custo, e pior, me impossibilitando de ver o que eu realmente queria... pois afinal de contas, meu namorado estava do lado... fiquei com ódio... acabei num conseguindo olhar discretamente para nada que me interessava.. só enxurrada de bolsas que definitivamente não combinam com meu desleixo feminino.

    ResponderExcluir
  4. Primeiramente: o que tem de vendedor(a) chato(a) e capenga por ai é incrível. Por fim, a complexidade não poderia deixar apenas um não. hahahaha Muito complexa, muito bom. Parabéns


    http://marcostrauss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Texto fantástico. Adorei a trilha. Essa é uma sitcom incrível. O chato é que todo mundo baba-ovo do Jerry Seinfeld e não lembro do Larry. =\

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Vendedora esperta essa!
    E bem intrometida também!
    Esses vendedores dão no nervo, mal você entra na loja eles já estão atrás de você. Dependendo do assédio que eu sofra por eles eu nem compro o que quero naquele local!
    ------------------------------------------------
    http://duventublog.blogspot.com/

    Levi Ventura

    ResponderExcluir
  7. Sensacional... srrsrsrr...
    Pra falar a verdde, tenho pena e até respeito por esses vendedores desesperados. Qdo entro numa loja e um deles se aproxima eu peço: "Deixe-me olhar sossegada. Se for comprar prometo que chamarei vc." Tem dado certo todas as vezes. Enfim... entre mortos e feridos, todos se salvaram... rsrsrsr.
    Ainda estou te esperando pra um chocolate lá no meu blog. Vá... me daria muito prazer.
    Uma semana sem tropeços pra vc.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. É incrível o quanto me identifico.

    ResponderExcluir
  9. É interessantíssimo que quando estamos solteiras existem três dias no ano que são memoráveis, só que ao contrário.
    Fala sério se a psicose não aumenta no dia 14/02 [Valentine's Day], 13/04 [Dia do beijo], e 12/06 [Dia dos Namorados]. Pior do que isso só falta de par pro forró da festa junina do bairro.
    Muahahahahahaha
    Morro de rir aqui...
    Ótima semana pra todo mundo!
    diasvermelhos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Amei o aviso! Eu vou me candidatar pro 1º emprego e já estou pensando em lojas pra distribuir curriculo e tal. Vou lutar muuuito para não cometer uma gafe dessas... *triste*
    uuaihauihauihuaihauih

    ResponderExcluir
  11. Ganhou um clone, ne? Puff! Não chega aos seus pés, psicótica. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Alguém pode me contar porque agora virou moda os vendedores querem saber o seu nome quando vc entra na loja? EU NÃO QUERO FALAR! Sabe é uma invasão na sua privacidade.

    Outro dia entrei na Hering, sessão feminina e pedi um shorts de moleton para dar para minha irmã.... detalhe, sessão feminina... a vendedora perguntou... e pra você???

    Peralá, não tem o que falar... fica quieta!

    bjs fui

    ResponderExcluir
  13. hahahaha... Também odeio essa época "love is in the air"

    ResponderExcluir
  14. Conselho: Nessa data fique longe das lojas, vc pode acabar se sentindo a última solteira da face da terra. Data inventada por essa sociedade capitalista e hipócrita...(Típica frase de solteirona mal amada)rsrsr
    bjs!

    ResponderExcluir
  15. kkkk! Tá vendo só? Não precisava ter mentido!
    Ah, mas também a culpa não foi sua. Vendedoras, coitadas, ganham por comissão (a maioria delas), entao, compreenda o lado desta pobre coitada...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. como diz minha melhor amiga, "morte aos românticos!". fico imaginando que ela pega uma espingarda e fica entrincheirada atrás da persiana da janela da sala atirando nos casaisinhos apaixonados que acabaram de comprar sorvete ou chocolate e inadvertidamente atravessam a rua...

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira