natalia

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Tarte tatin


Você pode não acreditar, mas existem coisas mais difíceis do que pedir uma tarte tatin depois de duas garrafas de vinho num restaurante francês.
Por exemplo, é muito difícil continuar encarando uma pessoa com dignidade depois que ela entra no banheiro sem bater e te flagra naquela posição de-pé-com-joelhos-semiflexionados-para-não-encostar-no-vaso.
É igualmente difícil ser natural e espontâneo com alguém que sabe que você está interessado. Quando você gosta de um determinado ser humano, ele fica sabendo e você fica sabendo que ele ficou sabendo, o natural é que você volte a ter treze anos, na mesma hora.
O fato é que é quase impossível pronunciar tarte tatin quando se está bêbado sem parecer um gago ou um feiticeiro dizendo as palavras mágicas. Mas é ainda mais difícil pedir desculpas quando se é muito orgulhoso. Mesmo que as desculpas sejam merecidas.
Parece que elas ficam presas em algum tubo defeituoso do encanamento cerebral e lá estacionam, atravancando toda a enxurrada de mil perdões que estava pronta para desaguar pela boca. A mesma boca que se move tão facilmente e solicita de maneira habilidosa, quase cool, uma deliciosa fatia de tarte tatin.

50 comentários:

  1. Ìncrivel como descreve as sensações com tanta perfeição'
    #issoéterodom

    Amei o post como todos~/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, divertido e muito interessante.

    UM abraço.

    ResponderExcluir
  3. NOssa fiquei super feliz de te ver no Macho Man!

    ResponderExcluir
  4. "Mas é ainda mais difícil pedir desculpas quando se é muito orgulhoso. Mesmo que as desculpas sejam merecidas."

    Tô invadindo teu canto, eu sei, mas é tão bacana isso ai ó que foi dito ai em cima!Não pude deixar de comentar..haha
    Flores.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou orgulhosa e luto para admitir que estou errada e pedir desculpa.. Mas tenho trabalhado nisso.. Adorei o texto e e tenho adorado seus trabalhos na tv! Mais sorte! SEMPRE!!

    ResponderExcluir
  6. é dificil pedir desculpas de fato muito mais do que pedir a tarte tatin, mas quando se consegue é mais gostoso do que tudo, se joga Natalia, sem medo!!!

    ResponderExcluir
  7. Por que a foto de cupcakes quando a metáfora é com tartes tatin? elas também podem ser fotogênicas, rs

    ResponderExcluir
  8. "Quando você gosta de um determinado ser humano, ele fica sabendo e você fica sabendo que ele ficou sabendo, o natural é que você volte a ter treze anos, na mesma hora."

    Oi, meu nome é Natália e me sinto com treze anos. Oh shit! Ou treze anos ou retardada mental né, assim que eu fico me sentindo hahahah, as palavras não conseguem sair naturalmente sem passarem por um filtro extremamente rigoroso do que falar (filtro esse que não existia quando não se 'gostava' do dito cujo), sem contar as expressões faciais mais variadas de timidez que insistem em se formar.....
    É a vida né... hahahah

    Adoro o blog!!!

    ResponderExcluir
  9. Você estava ótima em Macho Man! =D
    Deve ser fascinante trabalhar com alguém tão talentoso quanto Jorge Fernandes... Mesmo não a conhecendo pessoalmente, me senti como se estivesse torcendo pelo sucesso da melhor amiga. Sabe, aquela sensação eufória de dizer: 'É ela! Está ali, na Globo!'.
    Parabéns! É bom ver pessoas realmente talentosas fazendo entretenimento de qualidade.

    Abraços,

    Ariane Pimentel

    ResponderExcluir
  10. Daleee, Natália!!! Estava com muitas saudades dos posts!! Valeu! Esse foi em grande estilo: adorei a mistura, o vai-e-volta de assuntos..como sempre belo texto e muita criatiivade! Bjosss!!

    ResponderExcluir
  11. Natalia, estou esperando ansiosamente a segunda temporada, viu? Vi esse casaquinho e lembrei imediatamente de você:
    http://www.outofprintclothing.com/ProductDetails.asp?ProductCode=U-1003

    As outras peças "literárias" da loja também são ótimas!

    Beijo,
    Camila Faria

    ResponderExcluir
  12. Gosto da forma que você consegue demonstrar os obstáculos com muito bom humor. Eu só sei escrever histórias tristes. Gostei de você.

    Quem não sorri, não é humano. E quem não ri de si mesmo, não sabe viver.

    ResponderExcluir
  13. Eu te reconheci na propaganda do multishow hoje..quer dizer, reconheci primeiro sua voz e depois juntei ao nome e ao rosto. Você morava em Natal quando criança e estudou inglês no CCAA do Cidade Jardim? To certa ou me enganei? Certa ou não...parabéns pelo blog. Adorei!

    ResponderExcluir
  14. ai que cupcakes lindos...

    Gente tem sorteio lá no blog, vocês já se inscreveram????

    www.pimentaroja.blogspot.com

    bjossss

    gi

    ResponderExcluir
  15. Que ódio! É a mais pura verdade "Quando você gosta de um determinado ser humano, ele fica sabendo e você fica sabendo que ele ficou sabendo, o natural é que você volte a ter treze anos, na mesma hora."

    ResponderExcluir
  16. Uau! Também sou psicótica e também quero ser entrevistada na revista Claudia e na Revista da TV... parabéns moça! Vc merece!

    Monique

    ResponderExcluir
  17. Passe lá no meu site.
    Se gostar, me "persiga".
    Felicidades,hoje e sempre.
    Abraços,
    João.

    ResponderExcluir
  18. Hahahah. Me identifiquei bastante com o texto! Esperando ansiosamente a segunda temporada tb!
    Sigam e dêem uma olhada no meu Blog:
    http://www.mundodas-maravilhas.blogspot.com/
    Obrigada para quem visitou =)

    ResponderExcluir
  19. Que lindinho ! Adorei o texto


    Abraços,

    Marceli
    http://dicadelivro.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ah onde você achou esses cupcakes? T.T
    São lindos de morrer!

    ResponderExcluir
  21. Adoravel Psicotica, parabens pela nota 10 da Patricia Kogut. Vc arrasou mesmo gata!

    Luciano

    ResponderExcluir
  22. não conhecia seu blog (oi???), mas foi paixão à primeira vista! já p FAVORITOS!!!
    sucesso!

    ResponderExcluir
  23. Ontem li numa revista uma entrevista sobre vc, achei muito legal pq mesmo amando o programa adorável psicose eu não sabia q as estórias eram reais. Essa parada de desculpas é foda, na sexta eu tava conversando com minha irmã q é toda mulherzinha, daquelas q gostam de dar comidinha na boca de marmanjo, e falei q homens são predadores natos e ficam com a gente se os convir, dizer q eles são predadores e que nós podemos trair mas por amor e eles não mas sim por serem predadores, foi uma afronta pra ela, e agora? Pedir desculpas por saber da verdade?

    ResponderExcluir
  24. Ontem vi a série pela primeira vez e confesso que AMEI! Ri muito com a música "bomba"hahahahahah! Super inteligente, bem humorada..parabéns a série é show!! O seu figurino tb é massa!

    Andressa Gomes - Salvador, BA
    www.dressa358.com

    ResponderExcluir
  25. amoooooooooooooooooooooo
    ainda bem que voltou!
    Não consigo mais viver sem você...GENIAL

    ResponderExcluir
  26. Cara... Aí... Confesso que eu não te conhecia. Não tenho visto muita TV ultimamente, mas me lembrei da chamada do programa (aquele da calcinha na praça, beeeeem interessante, aliás, rs). Li a sua entrevista na Claudia hoje num café (sim, homem lê Claudia, Nova e já afanou as Caprichos da irmã na aborrescência, e tudo que é bem escrito, seja pra quem for) e gostei muito de como você vê as coisas nesses tempos de "amores líquidos" aqui e ali. E acolá, porque ninguém tá livre deles (e nem quer ficar, que eu saiba). Gosto d teu jeito simples de falar de coisas que dizem respeito a todos. Gosto muito mesmo do fato de você não se render ao rótulo de "obrigação de ser feliz" e, embora sorrir seja gostoso, não acha que deve ficar de cara aberta pra todo mundo (eu desconfio de quem sorri DEMAIS da conta). Mas... Até que tu tem um sorriso bem bonito, falando nisso, rs. Porque sincero. Então tá, vou parar de enrolar (eu tava gostando, dane-se) e voltarei pra ler os posts mais antigos. Escrita pra gente normal, de gente normal, pro dia a dia normal. É isso aí moça bonita! Ninguém prometeu que a vida seria fácil.

    ResponderExcluir
  27. Oi Natalia
    Adorei a idédia de riamos de nós mesmos, de nossas frustrações e principalmente não levamos a vida tão a sério, a vida é muito mais leve e maravilhosa, do que como diz meu filho adolecente tirando uma, dos "pobremas" que fazermos das dificuldades que se apresenta
    Parbéns!!!! estamos seguindo seu blog!!
    Glorinha Rinaldi
    Designer de joias
    http://sbrincos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Li o seu texto na Revista de Domingo de hoje como colunista convidada e pra variar é hilário! Saudade dos seus textos no blog...

    Eliane

    ResponderExcluir
  29. Me identifiquei bastante com o seu texto convidado na Revista do O Globo. Eu sofro do mesmo problema. Todas as mulheres que vejo são casadas, noivas ou namora um sujeito bem-sucedido, coisa que eu não sou.

    Prefiro conhecer mulheres em faculdades e cursos. Não que eu me matricule por causa disso.

    ResponderExcluir
  30. Oi Natália, tudo bem? Duas amigas me falaram do seu blog e do programa "Adorável Psicose" recentemente. Ontem finalmente assisti ao primeiro episódio e achei muito bacana. Deixei um post em sua homenagem no meu blog. Estou tão constrangida quanto a pessoa que bebe muito vinho e precisa pedir uma tarte tatin, mas aí vai, junto com a assinatura, o link.

    Beijos e parabéns pelo humor inteligente, coisa rara hoje em dia.

    ResponderExcluir
  31. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Acho complicado falar o nome ainda sóbria, que dirá bêbada!
    Eita que fazia tempo que eu num vinha aqui... Mas tou adorando sua participação em MachoMan e seu seriado tb, mas só vejo depois (num tenho MultiShow, buáááááá)

    ResponderExcluir
  32. Paixão a primeira vista existe sim, amo seu trabalho de diversas formas, é tão simples como você atua e ao mesmo tempo que escreve, que parece brotar as cenas na tela do meu notebook...Te conheci a pouco tempo numa dessas chamadas do multishow, também sou blogueiro (começando), e quando resolvi parar pra ver melhor suas séries e seu trabalho...pronto virei seu Fã.

    Grande beijo, parabéns e siga na comédia!Sucesso.

    http://azulverdecha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Sou sua fã,não costumo falar que sou fã de ninguém, hehe por pura preguiça... ou bom-senso, sei lá...mas achei necessidade de falar pra vc, adoro a série, adoro as histórias e outro dia "me convenceram" pelo Google que eu sou TDA, isso explica pq eu tô aqui no blog tentandoa achar o último episódio qu eu esqueci de ver...rs!!
    Sucesso!! Suas loucuras me divertem! :)

    ResponderExcluir
  34. Querida colega yiddish meidale,
    Te conheci através de uma revista feminina, a Claudia, e vim até aqui te ler, para ver do que se tratava. E não é que gostei?! De agora em diante vou virar leitora, mesmo morrendo de vontade de ler os textos internéticos dos outros. Você vale a pena. Parabéns!

    ResponderExcluir
  35. , aqui quem fala é outra mais psicotica ainda capaz de loucuras por um novo post!
    asiuhdaisuhd
    o povo clama Natália! preciso ler mais textos seusssss!


    Beijo da Lara [fiel leitora]

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. Natalia te S2
    tbm sou uma psicotica..
    http://comicaseironicasdaocronicas.blogspot.com/
    gente depois me segue aii
    ;*

    ResponderExcluir
  38. Olá , tudo bem!?
    gostaria de entrar em contato com vc para te fazer um convite ;) tem algum email??

    Obrigada!

    beijos
    Anie Talasca
    www.aniedrops.com
    anie.talasca@gmail.com

    ResponderExcluir
  39. sua coluna na revista de domingo do globo foi perfeita!!! amei!!!
    parabens pelo programa "adoravel psicose". eh excelente!

    ResponderExcluir
  40. Coisas da vida! Alguém "A" achou meu blog e começou a ler e seguir. Alguém "B" achou o blog de alguém "A" e começou a ler e a seguir... Um dia, provavelmente à toa, alguém "B" me achou no blog do tal alguém "A". E alguém "B" é seguidora de "A", minha e sua. Alguém "B" é de Natal... vi no perfil. Vc também? Morei lá 25 anos.
    Gostei do seu modus operandi.
    Vc escreve pra manter a psicose? Eu pra manter o controle. Falo "sanidade" pra ficar mais bonitinho! hahahahaha
    Só que eu sou o retrato da prolixidade. Outro estilo, bem diferente do seu.
    Sabe que nossos blogs têm quase a mesma idade, by the way? Um dia a pessoa cria uma página e resolve dar vazão. Dar vazão a parte do que pensa, a algo do que sente, ao que desconfia. Resolve, pensando que sabe do que está falando, escrever. E aí descobre que a cabeça é cheia de rascunhos. Tipo isso... Só isso.

    ResponderExcluir
  41. O bom é que os homens também não passam dos treze anos....

    ResponderExcluir
  42. http://wonderlandimaginary.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  43. Querida psicotica, vendo essa foto , deu vontade de comer um Tarte tatin. Quando você falou em ser orgulhosa , lembrei logo de mim, já que eu sou um pouquinho e tenho dificuldades pra pedir perdão ou ver meu erro. Sucesso na sua vida.

    ResponderExcluir

 
Designed by Thiago Gripp
Developed by Márcia Quintella
Photo by Biju Caldeira